MENU

01/04/2022 às 18h06min - Atualizada em 01/04/2022 às 18h06min

Segup deflagra 'Operação Araguaia' no município de Redenção

André Macedo
Ascom Segup
Foto: Divulgação Ascom Segup-PC/PA
  
Com o objetivo de levar mais segurança para a região sudeste do Estado, principalmente nos municípios da 13ª Região Integrada de Segurança Pública (RISP - Araguaia), a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) com participação do órgãos do sistema de segurança pública, lançou nesta quinta-feira (31), a Operação “Araguaia”, no município de Redenção.

A operação é fruto da segunda etapa do projeto “Segurança Por Todo o Pará” que propõe, entre outras ações, a descentralização da gestão de segurança pública. Apresentado em 2020, o projeto encabeçado pela Segup preconiza uma participação maior dos gestores locais nas decisões de segurança pública nas Risps do Pará.

Para fomentar esse protagonismo, o “Segurança Por Todo o Pará” foi apresentado em 2021 nas Risps com oficinas, instalações de comitês regionais, conhecidos como Comitê Integrado de Segurança Pública e Defesa Social (Cispeds), e a elaboração de planos tático operacionais, que levam em conta a percepção dos profissionais de segurança locais no que é mais pertinente naquela região.

Na fase atual, o projeto prevê a operacionalização dos planos táticos. Na 13ª Risp, que tem Redenção como sede, na última segunda-feira (28), houve uma reunião operacional que destacou os principais pontos a serem observados durante a operação.

Com ações ostensivas, fiscalização em estabelecimentos e cumprimentos de mandados, a Segurança Pública busca reduzir os índicadores na região e no Estado, dando seguimento à manutenção das reduções que a população paraense vive. “Com o ‘Segurança Por Todo o Pará’ estamos percorrendo as regiões do Estado, levando a expertise da capital, mas também ouvindo o que as forças locais tem a dizer. Isso traz outro dinamismo no fazer da segurança pública que é mais assertivo e integrado”, destaca o secretário de Segurança Pública, Ualame Machado.

OPERAÇÃO ARAGUAIA

Durante o período de realização da operação, serão executadas ações ostensivas de fiscalização com abordagens a veículos e transeuntes. Serão feitas ações com barreira em estradas que ligam o Pará aos estados vizinhos para coibir a prática criminosa nas fronteiras. Serão cumpridos mandados de prisão, efetuados autuações administrativas e repressão à poluição sonora.

Participam da operação servidores das Polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros, Departamento de Trânsito, Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), Polícia Científica e agências municipais de trânsito.

Notícias Relacionadas »
Comentários »