MENU

31/03/2022 às 19h04min - Atualizada em 31/03/2022 às 19h04min

Polícia Civil investiga caso de ameaça contra escola da rede estadual de ensino em Imperatriz

A escola foi ameaçada de um massacre por um desconhecido e professores e alunos estão assustados

Dema de Oliveira
Jornal O PROGRESSO
Policiais do GOE estão dando segurança à escola Raimundo Cunha - Foto: Divulgação
 
A Polícia Civil passou a investigar um caso de ameaça anônima contra a Escola Raimundo Soares da Cunha, localizada no bairro Bonsucesso, em Imperatriz, pertencente à Rede Estadual de Ensino.

A escola, do ensino fundamental e médio, foi ameaçada de um massacre por um desconhecido, e professores, alunos e demais pessoas que trabalham no educandário, estão assustadas. Os professores disseram que só iriam dar aulas com a presença de policiais e o local está recebendo a segurança de policiais militares do Grupamento de Operações Especiais (GOE), que vai ficar por tempo indeterminado. Por isso, as aulas estão acontecendo normalmente.

As mensagens anônimas foram enviadas por meio de e-mail e compartilhadas em um grupo de WhatsApp. 

Um dos trechos da mensagem dizia:
“Dia 29/03/ 2022 vou fazer um massacre, estou cansado de professores e de vocês, vocês tudo devem se (palavrão), já tá marcado e já tá avisado também, agora vocês vão ter o que merecem”. 

O Comandante da CPAI-3, Coronel Raimundo Andrade, confirmou a ameaça e providenciou segurança. A Polícia Civil abriu inquérito e passou a investigar o caso. 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »