MENU

07/10/2020 às 00h00min - Atualizada em 07/10/2020 às 00h00min

Candidata a vereadora é presa durante operação contra o tráfico de drogas

- Polícia Civil
Com Informações do 1º Denarc
Suspeita é candidata a vereadora em São Félix do Tocantins, na região do Jalapão - Foto: 1º DENARC-PC/Divulgação
Uma candidata a vereadora de 21 anos foi presa em flagrante durante uma operação da Polícia Civil contra o tráfico de drogas realizada na região sul de Palmas (Aurenys e Setor Santa Fé) na noite desta segunda-feira (5).

Segundo a polícia, Bruna Vieira Martins é candidata a vereadora em São Félix do Tocantins pelo Podemos e confessou que apenas se candidatou para o cumprimento da cota feminina exigida pela legislação eleitoral, sem interesse em ser eleita. 

Além da candidata, o parceiro dela, que tem 20 anos, também foi preso. A polícia disse que ele é gerente do tráfico, trazia a droga do estado de Goiás e o casal fazia a distribuição usando uma motocicleta clonada. 

A Polícia Civil ainda apreendeu na operação mais de 15 quilos de maconha, um quilo de cocaína, um quilo de crack, 30 comprimidos de LSD (ácido Lisérgico), uma pequena máquina de prensagem de cocaína e a moto clonada.

Coordenada pela 1ª Divisão Especializada Repressão a Narcóticos (1ª Denarc), a operação foi batizada de ‘Capitidra’ (Cabeça da Hidra) numa alusão ao desdobramento da operação ‘Hidra de Lerna’, cujo objetivo é desmantelar o tráfico de drogas a partir de suas ramificações fora dos presídios.

Desse modo, a equipe da 1ª Denarc monitorou durante o fim de semana um dos gerentes desses líderes de facções criminosas que ficam nos presídios e localizou dois pontos do tráfico, um com maior quantidade usado para armazenar as drogas e o outro para revenda.

Além da 1ª Denarc, a operação teve as participações do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público Estadual do Tocantins (MPE-TO), e do Departamento Estadual de Trânsito do Tocantins (Detran-TO).

A Denarc é uma Divisão da Diretoria de Combate à Corrupção e ao Crime Organizado (Dracco) da Polícia Civil do Tocantins.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...