MENU

07/10/2020 às 00h00min - Atualizada em 07/10/2020 às 00h00min

Candidato à reeleição, prefeito de Itinga é abandonado por ex-aliados

Vice-prefeito rompe e vai apoiar Vete Botelho

Assessoria
Vice-prefeito Mano com o ex-aliado e, agora, em apoio à adversária - Foto: Divulgação
Acusado de não cumprir compromissos e ter entregue o exercício do poder a outra pessoa, o prefeito de Itinga do Maranhão, Lúcio Flávio (PSDB), vem a cada dia perdendo aliados. Candidato à reeleição, ele vê a cada dia seu palanque diminuir. Até o vice-prefeito, Paulo Roberto Carvalho (DEM) mais conhecido como Mano, já não o apoia. Após quase quatro anos de parceria, o vice-prefeito, descontente com forma de gestão, sente-se traído em defesa das causas da cidade.

Mano, que acusa o prefeito de não mandar na gestão por interferência da esposa, afirmou ter pautado sua participação como vice-prefeito desde a disputa, na premissa de que o povo de Itinga seria priorizado, a partir de uma administração firme na defesa dos interesses da população e, agora, segundo ele, o que se vê é um município ser administrado de maneira familiar. Descontente, ele rompeu com o gestor e agora apoia a candidata Vete Botelho (PT), que já exerceu o mandato. “O eleito para prefeito foi ele, não ela. Ele é que deveria administrar a cidade.”

Filho do ex-vereador Leocádio, que durante cinco mandatos (três como vereador, quando Itinga era distrito de Açailândia; um como vereador depois da emancipação e, finalmente, vice-prefeito juntamente com o prefeito Pimentel), Mano leva com ele seu grupo em apoio à ex-prefeita Vete Botelho por confiar numa gestão eficiente e verdadeiramente voltada para os interesses da população. (Assessoria)

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...