MENU

23/03/2022 às 08h05min - Atualizada em 23/03/2022 às 15h10min

Autor guarulhense lança livro de suspense e investigação policial e assume escrita madura na sua primeira obra

SALA DA NOTÍCIA Dedicata Comunica
Dedicata Comunica
Divulgação
Uma bela jovem é encontrada morta no interior de uma residência. O suspeito do homicídio, um respeitável senhor de provecta idade, ao invés de fugir, retorna ao local e entra em confronto com os policiais militares presentes. Após uma vida inteira desperdiçada na busca de bens materiais, será possível recomeçar a própria existência? Vale o preço a ser pago?

Miragem (Autografia) é de autoria de Cláudio Sérgio Alves Teixeira, seu terceiro livro escrito, primeiro publicado, e narra essa história de suspense, sob a forma de inquérito policial. O crime se torna cada vez mais obscuro, conforme os fatos vão sendo apurados.

Com a necessidade de contar uma história, o livro nasceu como um conto, que depois se tornou um dos capítulos do mesmo. Levou quase dois anos para ficar pronto e revela sempre mais e mais camadas à medida que se avança nela. Os fatos vão sendo continuamente nebulosos, tal qual a natureza humana. Para o autor, Miragem tem a função de entreter um público qualificado, que não aceita uma obra rasa, que gosta de ter sua atenção e inteligência desafiadas pelo quebra-cabeça que vai surgindo com as apurações do crime que está sendo investigado.

Um romance policial, sem o ser, pelo menos não na forma clássica. Ele segue a estrutura de um inquérito policial, com portaria de instauração, oitivas de pessoas e relatório conclusivo, mas isto é apenas a forma para "enganar" o leitor, assim como as personagens estão sempre a se enganar mutuamente. “Tudo é dissimulação”, diz Cláudio.

O livro parte de uma premissa simples: a de que todas as relações sociais, sejam pessoais, profissionais e institucionais, são definidas por anseios nem sempre confessáveis. “Isso torna a verdade algo inalcançável. Tudo é Miragem”, reforça o Cláudio, uma vez que não temos condições de perceber a real natureza do mundo e das pessoas com quem convivemos, apenas os traços que são deixados à mostra.

A busca incessante pela beleza, juventude, ética, prazer sensorial e conforto material podem levar a situações tão ambíguas quanto adversas, nas quais a verdade é algo de que se deve manter distância.

Sobre o autor:
CLÁUDIO SÉRGIO ALVES TEIXEIRA nasceu em 1974 e cresceu na periferia de Guarulhos/SP. Desde criança viveu entre o mundo real e o imaginário, buscando neste o alento para as vicissitudes daquele. Cursou Letras (1997) e foi professor. Graduado em Direito, (2007), foi aprovado em concurso público para o cargo de Promotor de Justiça, o que lhe permite contato com o melhor e o pior da espécie humana.

Miragem
Páginas: 320
Formato: 16x23cm
Preço: R$ 58,90

Assessoria de Imprensa
Andrea Drummond – [email protected]
24 9 8824-1512
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »