MENU

18/03/2022 às 12h15min - Atualizada em 18/03/2022 às 12h15min

Futebol: Sindicato de Atletas e Fluminense repudiam atos de violência

Entidade se solidariza com seguranças do aeroporto "covardemente agredidos por um grupo de desequilibrados que se acham torcedores". Também em nota, Tricolor condenou ação.

Rodrigo Ricardo
EBC - Rio de Janeiro
Seguranças do aeroporto foram agredidos durante desembarque do time - © Reprodução Twitter/Fluminense F.C.

  
A violência protagonizada por um grupo de torcedores do Fluminense foi repudiada pelo Sindicato dos Atletas de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Saferj). Em nota, a entidade prestou apoio incondicional  ao atleta Felipe Mello, ao treinador Abel Braga e ao presidente Mario Bittencourt, além de se solidarizar aos seguranças, que no cumprimento de suas obrigações foram "covardemente agredidos por um grupo de desequilibrados que se acham torcedores".

O episódico ocorreu nesta quinta-feira (17), quando o Fluminense voltava do Paraguai, após ser eliminado pelo Olimpia (Paraguai) na cobrança dos pênaltis.

A diretoria do Fluminense também publicou comunicado, condenando as brigas e a confusão durante o desembarque do time no Aeroporto Internacional Tom Jobim.

 “Entende-se a tristeza e a irritação que tomam conta de toda a torcida por não termos conquistado a classificação. O que foge à compreensão são atos de violência de uma minoria mal-intencionada contra pessoas que estão no exercício de seu ofício - e, mais uma vez, para os quais a conquista da classificação e a disputa pela taça seriam motivo de orgulho e de crescimento profissional”, diz o comunicado

O Fluminense volta a campo na próxima segunda (21), às 20h (horário de Brasília), para enfrentar o Botafogo. O jogo será no Estádio Nilton Santos e será o primeiro confronto por uma vaga para a final do Campeonato Carioca.


Notícias Relacionadas »
Comentários »