MENU

10/03/2022 às 20h05min - Atualizada em 10/03/2022 às 20h05min

Agronegócio terá espaço na Expo Indústria 2022

FAPCEN e FIEMA se reúnem para definir pauta do setor na feira da indústria

Da Redação - Imprensa/FIEMA
Fapcen e FIEMA realizam reunião para definir pautas do EXPO Agro - Foto: Divulgação
 
São Luís – Além de discutir a sustentabilidade na indústria, os empresários que atuam no agronegócio maranhense também terão a oportunidade de debater, durante os quatro dias da Expo Indústria Maranhão, sobre temas como Bioeconomia, Energias Renováveis, Resíduos Sólidos, Economia Circular e Licenciamento Ambiental, na Expo Agro, o espaço do agronegócio na feira da indústria, criado exclusivamente para agregar o setor produtivo pela primeira vez ao evento.  

 Na manhã desta quarta (9/3), o superintendente da  FIEMA, César Miranda, o coordenador da Expo Indústria, Gilberto Matos, e os coordenadores da FIEMA, Roberta Tanús e José Henrique Polary, realizaram uma reunião de trabalho com a superintendente da Fundação de Apoio à Pesquisa do Corredor de Exportação Norte (FAPCEN), Gisela Introvini, instituição criada por empresários e produtores rurais em Balsas, para atender às suas necessidades referente as pesquisas agrícolas promovedoras do desenvolvimento sustentável para a região do Corredor de Exportação Norte, formado pelos estados do Maranhão, Tocantins e Piauí, equilibrando a produção de alimentos com responsabilidades ambiental e inclusão de pessoas nativas aos ensinamentos sobre prática da agricultura.  

 A pauta da Fapcen com a FIEMA foi sobre os painéis temáticos e nomes de palestrantes a serem convidados para estrear na Expo Agro.  “Reconhecemos a importância de construir esse elo da indústria com o agronegócio. E o espaço Expo Agro será o primeiro fruto dessa a grande parceria”, destacou o superintendente da FIEMA, César Miranda.  

 Para Gisela Introvini, o espaço dentro da feira do Sistema FIEMA será mais uma forma de alavancar o agronegócio, que hoje é um dos segmentos que mais ajudam o país a crescer. Introvini ainda destacou o papel das mulheres no setor, no Maranhão e no Brasil. 

 “As expectativas são as melhores possíveis e esperamos realizar um grande evento. Nos últimos anos, as mulheres vêm se destacando no agronegócio. Existem cerca de 14 milhões de produtoras rurais envolvidas em todos os processos feitos em lavouras, comunidades e reservas extrativistas.  Agora, pretendemos nos unir às mulheres da indústria e, com isso, fortalecer nossos projetos comuns, valorizando e agregando valores aos nossos produtos, além de fomentar questões sociais que sempre estamos à frente. A Expo Indústria é mais uma oportunidade para unir essas mulheres e, juntos, interagirmos muito mais em prol do desenvolvimento da agroindústria sustentável no Maranhão”, afirmou Introvini.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »