MENU

04/03/2022 às 12h56min - Atualizada em 05/03/2022 às 14h50min

Livro “Amor sob Telas”, de Kelly Christi, destaca afetividade por aplicativos de relacionamento

Obra foi inspirada em pesquisa científica sobre afetos na Era Digital e traz reflexões de vivências entre jovens no app Happn

SALA DA NOTÍCIA Lit. Conteúdos
Divulgação/Editora Dialética
Buscar uma paquera ou até mesmo parceiros afetivos em poucos quilômetros já é uma realidade vivenciada em muitos aplicativos, porém como os jovens estão vivenciando seus afetos por meio destas ferramentas?

Este foi um dos questionamentos centrais da pesquisa de mestrado realizada na Universidade Federal do ABC sobre afetividade por aplicativos de relacionamentos, da jornalista e pesquisadora Kelly Christi, recentemente publicada no livro “Amor sob Telas – insights sobre afetos na Era Digital” (Editora Dialética).

A pesquisa foi focada em jovens de 25 a 39 anos, que vivem em São Paulo e ABC Paulista e são usuários ativos do Happn. Participaram da pesquisa 50 usuários, onde 10 dos participantes puderam compartilhar de forma mais detalhada as suas vivências afetivas em entrevistas pessoais.   

“O intuito da pesquisa não foi julgar jovens que utilizam aplicativos ou empresas que criam apps, como o Happn. A ideia central foi refletir sobre as mudanças ocasionadas pela tecnologia e pelo consumo e como estes fatores influenciaram a afetividade contemporânea.”, comentou a autora.

Durante o trabalho, Kelly também teve a oportunidade de entrevistar representantes do Happn que compartilharam os diferenciais do aplicativo e o que a empresa compreende por afetividade no mundo contemporâneo.

A forma como vivenciamos o amor romântico e a sexualidade na sociedade brasileira também são destaques do livro.

 

Notícias Relacionadas »
Comentários »