MENU

24/02/2022 às 17h59min - Atualizada em 24/02/2022 às 17h59min

Cirrose: o que é, causas e sintomas

Neste episódio, o gastroenterologista e hepatologista Dr. Daniel Mazo dá mais detalhes sobre o assunto

Dr. Daniel Mazo - Canal Doutor Ajuda
Brasil 61

Você sabe o que é cirrose? Conhece as causas e sintomas?

Neste episódio, o gastroenterologista e hepatologista Dr. Daniel Mazo dá mais detalhes sobre o assunto.

A Cirrose é uma doença potencialmente grave, esta associada ao câncer de fígado e é mais frequente do que as pessoas imaginam. Cirrose é a via final de diversas doenças crônicas do fígado. Ou seja, é o resultado de agressões repetidas ou continuadas ao fígado, geralmente ao longo de anos.

Essas agressões levam a uma cicatrização exacerbada, um processo que chamamos de fibrose. Essas cicatrizes vão substituindo o fígado normal e o resultado disso é um fígado mais endurecido, distorcido, e que pode levar ao comprometimento das suas funções.

Nas fases iniciais a cirrose geralmente não causa sintomas.

Quando surgem os sintomas a doença geralmente já está em fase avançada. 

Sintomas da cirrose

  • Fraqueza, perda de peso, perda de apetite;
  • Coceira no corpo;
  • Aumento da barriga por ascite, que é o termo médico para água na barriga;
  • Inchaço nas pernas e pés;
  • Cor amarela na pele e nos olhos, que é o que chamamos de icterícia;
  • Nos homens pode causar ainda aumento dos seios e disfunção erétil;
  • Nas mulheres pode causar alterações na menstruação e na capacidade de engravidar; 
  • Mudanças no comportamento, confusão mental, sonolência, que estão relacionadas a um problema chamado encefalopatia hepática.
  • Isso sem contar a ocorrência de sangramento nas fezes ou mesmo por vômitos com sangue, além da facilidade de pegar infecções como pneumonia, infecção urinária, na própria ascite, dentre outros.

Grande parte das pessoas acham que cirrose é causada só por álcool, mas isso não é verdade! O excesso de bebida alcoólica é uma das causas, mas não é a única!

Doenças podem levar a cirrose, como:

  • Hepatite C e Hepatite B.
  • Esteatose hepática associada à obesidade e diabetes, cada vez mais frequente no nosso meio. 
  • Doenças menos comuns como hepatite autoimune, doenças das vias biliares, dentre outras. 

Na presença de qualquer uma dessas condições você deve conversar com o médico para avaliar o seu fígado e fazer o diagnóstico de cirrose o mais precoce possível. A cirrose pode ser suspeitada por uma combinação da presença de fatores de risco, sintomas e alterações no exame clínico. O tratamento vai depender da gravidade da cirrose, da sua causa, da idade e do estado de saúde geral do paciente.

Para saber mais, assista ao vídeo no canal Doutor Ajuda.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »