MENU

02/10/2020 às 00h00min - Atualizada em 02/10/2020 às 00h00min

Pessoas reclamam da demora para liberação de corpos no IML de Imperatriz

O motivo, de acordo com o órgão, é o quadro reduzido de servidores em função da pandemia do novo coronavírus

Dema de Oliveira
IML de Imperatriz atende 58 municípios da região tocantina e sul do estado - Foto: Reprodução/TV Mirante
Pessoas procuraram a reportagem de O PROGRESSO, ocasião que reclamaram do Instituto Médico Legal (IML) de Imperatriz, devido a demora em liberação de corpos que são levados para aquele órgão. O motivo, de acordo com a administração do órgão, é devido ao quadro reduzido de servidores, em função do novo coronavírus.

“Estou esperando há 36 horas a liberação do corpo do meu filho, que morreu vítima de acidente’, relatou uma pessoa. Outra disse que também estava esperando a liberação do corpo do filho e que a família toda estava esperando para o velório. 

Vale lembrar que o Instituto Médico Legal (IML) tem outras funções, além de realização de necrópsias, como por exemplo, exames de corpo de delito.

A administração do IML em Imperatriz disse que a demora é uma situação atípica, tendo em vista que dois médicos plantonistas foram infectados pela Covid-19. 

A unidade conta com dez médicos legistas, que atendem 58 municípios da região tocantina e sul do estado, e muitos foram afastados por conta da pandemia do novo coronavírus, porque fazem parte do grupo de risco. 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...