MENU

02/10/2020 às 00h00min - Atualizada em 02/10/2020 às 00h00min

Polícia Civil prende casal suspeito de estelionato em Imperatriz

Foi autuado em flagrante por estelionato em continuidade delitiva, associação criminosa e falsa identidade

Dema de Oliveira
Local onde funcionava um correspondente bancário usado criminosamente pelo casal preso - Fotos: Ascom/PC-MA
A Polícia Civil, através de policiais da 10ª Delegacia Regional em Imperatriz, que tem o comando do delegado Enderson Martins, fechou nesta quinta-feira, 1º de outubro, um falso correspondente bancário em Imperatriz. 

As investigações apontaram que Deivid Rodrigues Pereira, 29 anos, e Mileny Inácia da Silva, 25 anos, estavam recebendo valores de boletos e outros documentos, entretanto a dívida não era quitada, porque os valores eram desviados para a própria conta do casal. Segundo o delegado Enderson Martins, em dois dias foram arrecadados cerca de R$ 70 mil, mas a polícia só conseguiu apreender R$ 25 mil. A Polícia está tentando localizar e pedir à justiça o bloqueio das contas em que o restante do dinheiro arrecadado está depositado. 

Ainda de acordo com as investigações, o casal, que é de Goiás, onde já pratico esse mesmo tipo de crime na cidade de Bela Vista, alugou um ponto na Rua Sergipe, onde funcionou o correspondente Pag Pix, que é autorizado. “O casal alugou o ponto onde funcionou o Pag Pix, que é autorizado, fez arrecadação e não repassou o dinheiro”, destacou o delegado Enderson Martins. 

Deivid Rodrigues Pereira e Mileny Inácia da Silva foram autuados em flagrante delito, por crime de estelionato continuado, organização criminosa. Mileny ainda pegou uma autuação em flagrante por falsa identidade, tendo em vista que ela forneceu nome falso à autoridade policial, quando em depoimento.

Esse não é o primeiro caso desse tipo de crime em Imperatriz. Outros já ocorreram em anos anteriores. 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...