MENU

21/02/2022 às 15h55min - Atualizada em 22/02/2022 às 00h01min

Empresa utiliza Inteligência Artificial (IA) e Internet das Coisas (IoT) para otimizar eficiência operacional e reduzir custos para organizações

Com menos de um ano desde sua fundação, EVOLV já atende indústrias, hospitais, prédios corporativos, aeroportos e contact centers

SALA DA NOTÍCIA Guto Baptista

Já imaginou um sensor que avisa que chegou a hora da limpeza dos banheiros dos aeroportos? Ou ainda um sistema que mensura em tempo real o uso da água e a energia consumidos nas lojas de shoppings, capaz de reduzir custos expressivamente? Com a chegada da Internet das Coisas (IoT) – rede de objetos incorporados a sensores, softwares e outras tecnologias cujo objetivo é conectar e trocar dados com outros dispositivos e sistemas – no Brasil, o movimento tem ganhado cada vez mais espaço nas indústrias, residências e no dia a dia da população.

A ascensão deste novo ecossistema tecnológico trouxe consigo um grande potencial de integração, oferecendo grandes oportunidades de amadurecimento para empresas de todos os tamanhos e segmentos. “Através da IoT, nós desenvolvemos um sistema de contagem de fluxo de pessoas em banheiros, por meio de sensores de infravermelho. Essa solução é utilizada, por exemplo, nos prédios corporativos de um dos maiores bancos brasileiros e após a implementação, notamos a redução de 30% a 40% nos custos relacionados à limpeza dos banheiros, um aumento na satisfação dos usuários finais e redução de desperdício de água e materiais de limpeza”, explica Leandro Simões, CEO e co-fundador da EVOLV, formado pela Universidade de São Paulo, com passagens por grandes empresas no Brasil e Alemanha. Simões atuou em investidas de Private Equity e já construiu startups de sucesso que foram adquiridas por fundos de investimento como a gigante americana Blackstone.

Especializada em serviços tecnológicos voltados a eficiência operacional do mundo corporativo, a startup EVOLV utilizou tecnologias IoT, Telecomunicações e Inteligência Artificial para desenvolver produtos que seguem os preceitos ESG (Environmental, Social and corporate Governance) e, ao mesmo tempo, são capazes de otimizar o desempenho organizacional, estimulando o lucro e produtividade das instituições. Em uma indústria fabricante de dutos para o mercado de Óleo e Gás, a EVOLV implementou um sistema de preditividade de falhas e saúde de equipamentos que, em sua primeira semana de operação, evitou a ocorrência de uma falha que seria caríssima para o cliente.

“Nós acreditamos que, além de funcional, nossa atuação precisa ser de fácil entendimento e acesso para os consumidores. Pensando nisso, a EVOLV desenvolveu uma solução que coleta e analisa informações em tempo real, podendo entregar relatórios periódicos e alertas diretamente no celular dos contratantes. Essa metodologia facilita a identificação de oportunidades de melhoria de operação e ganho de eficiência”, destaca o CEO.

A empresa possui um grande leque de soluções, entre elas a Limpeza Sob Demanda, a Preditividade e Saúde de Equipamentos, a Gestão de Climatização e Medição de Utilities. “Todos os nossos produtos são pensados visando a diminuição de custos, o aumento da satisfação de clientes e a acessibilidade aos dados. Além disso, nós buscamos maneiras de evitar possíveis transtornos na metodologia organizacional de cada cliente, por isso a solução EVOLV pode ser integrada em outros sistemas pré-existentes”, ressalta Bene Fayan, pioneiro da IoT no Brasil, CTO e investidor da EVOLV.

A startup fundada em abril de 2021 já possui milhares de sensores instalados pelo Brasil e é formada por um time sênior e experiente de aficionados por tecnologia, com mais de 20 anos de experiência como executivos nos setores de Telecomunicações e Infraestrutura.

Informações para a imprensa:

Camila Celeste: [email protected]        (11) 95446-4413

Bruna Paranhos: [email protected]       (11) 99196-7750


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »