MENU

20/02/2022 às 00h00min - Atualizada em 20/02/2022 às 00h00min

Cantinho do Humor

Sorria!

Da Redação - GB Edições

  

O cãozinho Tido

Havia um cachorrinho chamado Tido, que toda noite ia dormir em seu cestinho de vime. Todo dia de manhã seu dono, Juquinha ia observá-lo. Certa manhã, Juquinha levantou-se e seu cãozinho não estava no cestinho de vime. Qual o nome do filme?
Resposta: O Cesto sem Tido
 

Água do peixe

O pai pergunta para a filha:
— Você já trocou a água dos peixes hoje?
— A filha responde:
— Claro que não papai, está pensando que sou burra! Eles nem beberam toda a água ainda!!!!!!
 

O anjinho

O Joãozinho chega pra sua mãe e diz:
— Nossa mãe, como a senhora é mentirosa.
E aí sua mãe pergunta:
— Por que eu sou mentirosa meu filho?
—  É que a senhora falou que o meu irmãozinho é um anjinho e isso não é verdade.
— Por que você fala que ele não é um anjinho? — diz a mãe.
—  É que eu o empurrei pela janela e ele nem voou...
 

Presentinho para o juiz

O advogado recebe no escritório um cliente preocupado com seu processo. Para acalmá-lo, ele diz:
— A sua liberdade só depende do juiz.
— Se eu der um presentinho a ele, ajudaria?
Com medo, o advogado afirma:
— Não! Este juiz é muito ético e consciente!
Por sorte, a sentença sai a favor do advogado.
O cliente diz:
— Obrigado pela dica sobre o presentinho, funcionou!
— Se você tivesse mandado algo, teríamos perdido.
Mas, eu mandei um presente! Foi por isso que ganhamos a causa!
— Você está louco? Como?
— Bem, é que dentro da caixa coloquei um cartão de visitas do advogado concorrente.
 

Agricultor sem noção

Um agricultor sem noção desabafa com um amigo:
— Rapaz, você nem imagina... Uma praga está infestando toda a minha plantação!
— É mesmo? E o que tu estás fazendo pra acabar com ela?
— Estou usando DDT!
— Mas, tu não sabes que este produto está proibido? Isto causa câncer!
— E eu lá estou preocupado como vão morrer essas pragas?
 

Conversa de pescador

Dois pescadores conversando:
— Lá de onde eu vim tem um rio que tem tanto peixe... Mas, tanto peixe... Que a gente nem usa anzol!
— Não usa anzol? — perguntou o outro.
— É, a gente mata o peixe é na marretada!
— Vixe!
— Mas, o difícil é acertar um peixe!
— É, eu imagino...
— A gente acerta logo uns 3 ou 4 de uma vez!

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »