MENU

18/02/2022 às 15h54min - Atualizada em 19/02/2022 às 00h01min

Empresa caxiense adota o uso de energia limpa em suas instalações

Metadados insere mais uma prática sustentável em sua rotina empresarial

Arthur Janrier - SALA DA NOTÍCIA
Maiara Calgaro
A Metadados, empresa de sistema de  Recursos Humanos, deu um novo passo rumo a um futuro sustentável, com a instalação de 104 painéis de energia fotovoltaica. O investimento girou em torno de 100 mil reais.

De acordo com Jacob Antonio Cazarotto, gerente administrativo e financeiro da Metadados, a expectativa é gerar uma economia de mais de 40 mil reais por ano para a empresa, além de estar contribuindo com o meio ambiente. “A expectativa é que o nosso investimento em energia solar gere uma economia de, em média, 45 mil reais por ano, que seriam gastos em energia elétrica, que é muito mais prejudicial ao ecossistema. Sobre valores monetários, a previsão é de que o dinheiro aplicado seja recuperado em pouco menos de dois anos e meio”, afirma.

Cazarotto ainda destaca as outras iniciativas sustentáveis adotadas pela empresa. “A Metadados, devido ao seu ramo de atuação, tem um impacto menor no meio ambiente se comparado com empresas de outros segmentos . Além disso, outras práticas, como a substituição de copos e demais materiais plásticos por canecas de porcelana e jarras de vidro, a entrega de ecobags aos colaboradores, redução do uso de papel devido ao home office e a separação e destinação correta dos resíduos orgânicos e seletivos, contribuem para que consigamos construir nosso ecossistema empresarial muito mais sustentável”, enfatiza.

Por fim, o gerente comenta sobre a importância de cada vez mais empresas adotarem práticas sustentáveis. “Devido à restrição de espaço para instalação das placas, no momento, somente 40% da energia total será fotovoltaica. É de suma importância que as empresas voltem sua atenção cada vez mais para o uso de energia limpa e renovável. A visão e a ação para preservação do meio ambiente é cada vez mais urgente e necessária. Caso contrário, viveremos em um ambiente mais degradado e que compromete a qualidade de vida de todos”, conclui.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »