MENU

16/02/2022 às 20h17min - Atualizada em 16/02/2022 às 20h17min

Jair Bolsonaro e Vladimir Putin tratam de temas de interesse dos dois países

Em quase duas horas de reunião, os mandatários abordaram assuntos como o comércio bilateral, cooperação em tecnologia e agronegócio

Da Redação - Imprensa Planalto
Em visita oficial à Rússia, Jair Bolsonaro se reuniu com o presidente Vladimir Putin - Foto: Alan Santos/PR
 
Em visita oficial à Rússia, nesta quarta-feira (16), o Presidente da República, Jair Bolsonaro, se reuniu, com o presidente do país, Vladimir Putin. Em seguida, os dois chefes de Estado participaram de um almoço de trabalho e fizeram declaração à imprensa detalhando os temas tratados no encontro.

Ao ser recebido por Vladimir Putin no salão oficial do Palácio do Kremlin, sede do governo, em Moscou, o Presidente Jair Bolsonaro declarou estar honrado com o convite para a visita e afirmou que o Brasil e a Rússia têm muito a avançar nas Relações Bilaterais.

“Estou muito feliz e honrado pelo seu convite, somos solidários à Rússia, muito a colaborar com várias áreas, defesa, petróleo e gás, agricultura, e reuniões estão acontecendo. Tenho certeza que até mesmo essa passagem por aqui dá um retrato para o mundo que nós podemos crescer muito nas nossas relações bilaterais”, disse o Presidente Jair Bolsonaro ao presidente russo.

Na declaração à imprensa, o Presidente Jair Bolsonaro afirmou que os dois mandatários conversaram por quase duas horas e identificaram que Brasil e Rússia compartilham valores comuns e tem áreas de interesse para ampliar a pauta de comércio bilateral.

“Constatamos a retomada do comércio bilateral aos níveis anteriores à pandemia. O Brasil é uma potência, em especial, no agronegócio. Existe muito interesse da nossa parte no comércio de fertilizantes. O que sou grato ao prezado amigo. Notamos o interesse russo em plantas habilitadas brasileiras para aquisição de produtos de origem animal. Reativamos, no ano passado, o Conselho Empresarial Brasil-Rússia que prossegue em reuniões na tarde de hoje”, afirmou.

O Presidente Jair Bolsonaro detalhou áreas para o desenvolvimento da cooperação e de novos negócios. “No campo da energia existem amplas oportunidades para ampliarmos negócios nas áreas de exploração de gás, petróleo e derivados. Desejamos aprofundar o nosso diálogo de alto nível em temas como exploração em águas profundas e hidrogênio. Temos interesse nos pequenos reatores nucleares modulares”, disse.

Ainda durante o encontro, foi atribuída elevada prioridade à dinamização da aliança tecnológica Brasil e Rússia. “Sugeri trabalharmos juntos em áreas de ponta como nanotecnologia, biotecnologia, inteligência artificial, tecnologia de informação e comunicações e pesquisa em saúde”, relatou o Presidente Jair Bolsonaro.

Sobre o tema meio ambiente, o Presidente Jair Bolsonaro citou que o Brasil e a Rússia abrigam as duas maiores extensões florestais do mundo e decidiram estabelecer diálogo sobre biodiversidade e sustentabilidade. Ele fez um agradecimento a Vladimir Putin. “Quando alguns países questionaram a Amazônia como patrimônio da humanidade, quero agradecer sua intervenção que sempre esteve ao nosso lado em defesa da nossa soberania”, disse.

O Presidente Jair Bolsonaro ainda destacou o apreço do Brasil pela paz no mundo. “Também somos solidários a todos aqueles países que querem e se empenham pela paz”, disse. Mais à frente, retomou o assunto “Pregamos a paz e respeitamos todos aqueles que agem dessa maneira, afinal de contas, esse é o interesse de todos nós, paz para o mundo”, afirmou.

Na declaração à imprensa, o Presidente Jair Bolsonaro lamentou as mortes ocorridas em Petrópolis (RJ) em razão das fortes chuvas que atingem a cidade e prestou solidariedade aos familiares das vítimas. Vladimir Putin havia mencionado o tema em seu discurso prestando condolências ao chefe de Estado brasileiro.

“Agradeço seus votos de solidariedade para com a população de Petrópolis, no Rio de Janeiro, que foi acometida no dia de ontem por uma catástrofe”, afirmou.

Após o encontro, o Ministério das Relações Exteriores divulgou o comunicado conjunto dos presidentes Jair Bolsonaro e Vladimir Putin, onde registra que, na reunião, os chefes de estado “reiteraram o interesse mútuo na ampliação e diversificação da pauta de comércio bilateral, com maior participação de mercadorias de alto valor agregado, e da cooperação econômica” e “discutiram as perspectivas de fortalecimento da cooperação e intercâmbio militar bilateral”, entre outros.

O Presidente Jair Bolsonaro chegou à Rússia na terça-feira (15/02) e os compromissos oficiais começaram nesta quarta-feira (16/02) com a cerimônia de oferenda floral no Túmulo do Soldado Desconhecido. Ainda hoje, estão na agenda uma reunião com o Presidente da Duma do Estado, a Câmara Baixa do Parlamento, o Deputado Vyacheslav Volodin, e um encontro empresarial Brasil-Rússia. Na quinta-feira (17/02), o Presidente embarcará para Budapeste, capital da Hungria, onde também faz uma visita oficial.

Relações Diplomáticas e Comerciais
O Brasil se tornou o primeiro país da América do Sul com o qual a Rússia formalizou relações diplomáticas, ainda em 1828. O relacionamento tem sido estreitado de maneira significativa por meio de visitas de altas autoridades e do diálogo no âmbito multilateral em foros internacionais como as Nações Unidas, o G-20 e as reuniões do Brics, de acordo com o Ministério das Relações Exteriores.

A Rússia é um dos 15 maiores parceiros comerciais do Brasil. As trocas estão concentradas na cadeia do agronegócio. O Brasil compra da Rússia, sobretudo, fertilizantes químicos e exporta, principalmente, grãos, carnes e açúcares. 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »