MENU

07/02/2022 às 16h44min - Atualizada em 08/02/2022 às 00h00min

Gauge, empresa do Grupo Stefanini, fecha o ano com um incremento de receita acima de 60%

Empresa assume novo posicionamento e amplia em 70% sua base de clientes

SALA DA NOTÍCIA Carolina Amaral
A Gauge, empresa do Grupo Stefanini focada em tecnologia e consultoria de performance digital e experiência do usuário, chegou ao final de 2021 com vários motivos para comemorar. Além de registrar um incremento de 70% em sua base de clientes, a empresa viu sua receita subir 60% em relação ao ano anterior. No mesmo ritmo, alavancou o NPS (índice de satisfação dos clientes) em 96% e garantiu a ampliação de projetos em grandes contas.

Os resultados ascendentes mostram como os clientes apostam na integração de recursos e soluções da Gauge para atingir resultados mais rápidos. Do total de clientes atuais, metade já utiliza três ou mais competências/skills da empresa, que vem se posicionando como um parceiro de evolução. “Não somos 100% agência digital, nem 100% consultoria. Unimos marketing, ciência e tecnologia para analisar os dados, auxiliar o cliente na definição da melhor estratégia e garantir resultados. Nosso KPI é aumentar a receita do cliente e gerar valor para as pessoas”, afirma Guilherme Stefanini, CEO da Gauge e responsável pela plataforma de marketing digital do Grupo Stefanini, batizada de Haus.

Entre as principais empresas que trabalham com a Gauge estão Abbott, AkzoNobel, Apex Brasil, BTG, C&A, Fujifilm, Inatel, Itaú, Pearson, Porto Seguro, SOS Mata Atlântica, Vivo, entre outras.

Para o atendimento de cada uma delas, a empresa conta com equipes multidisciplinares – Criação, Data, Tech, Insights, Planejamento e UX, que possuem ampla experiência em gerenciamento de laboratório de testes, squads de inteligência de mercado, pesquisas de experiência do usuário (qualitativa e quantitativa), gerenciamento de insights, gestão, design, desenvolvimento, arquitetura de soluções e direcionamento da comunicação de marcas e produtos.

A proposta é trabalhar com uma visão evolutiva de produtos e MVPs (Produto Mínimo Viável), com entregas de resultados. “Estabelecemos um movimento cíclico de melhorias, em que testamos as soluções e analisamos os resultados o quanto antes para saber se o desafio está sendo atendido. São ações integradas e com grande sinergia entre os times de marketing e tecnologia, que acompanham todo o processo de implementação, explorando o melhor de cada contexto”, diz João Francisco de Freitas, diretor de Design e Produtos da Gauge.

A cultura data-driven permite descobrir e definir os problemas do cliente, desenvolver dinâmicas para a definição da jornada ideal e cocriar soluções, que passam pela prototipagem, testagem, validação e entrega final. “A integração e a cooperação entre as equipes estimulam o engajamento e inspiram confiança dentro e fora das organizações. Embora pareçam frios, os dados aquecem negócios e relações”, destaca Perla Amabile, diretora de Brand Experience da Gauge.

Do reposicionamento de marcas com a criação de sites institucionais e campanhas de marketing empáticas à ressignificação da história de grandes organizações, monitoramento de performance, otimização das operações do cliente com recomendações de UX, data, estratégia e tecnologia, a Gauge atua em projetos transformacionais que contribuem para elevar o grau de maturidade digital das empresas. “Muitas vezes, somos contratados para realizar o diagnóstico de uma área e avançamos com ideias e soluções para toda a organização, após identificar oportunidades de transformação cultural e digital em cada unidade de negócios. Nosso principal objetivo é provocar evoluções que gerem valor para as pessoas e ajudem os clientes a crescer e inovar na nova economia”, ressalta Felipe Rodriguez, diretor de Operações e Atendimento.

Para 2022, a expectativa da empresa é crescer 55%. “Estamos ampliando a equipe com talentos que abraçam a cultura de startup e queiram empreender com a gente. Nosso objetivo é que o trabalho da Gauge sirva de exemplo e inspiração para outros países onde o Grupo Stefanini atua, fortalecendo cada vez mais a plataforma de marketing digital, que também conta com a Inspiring (plataforma de engajamento), W3haus, Huia, Brooke e CAPS”, conclui Guilherme Stefanini.

Notícias Relacionadas »
Comentários »