MENU

07/02/2022 às 17h55min - Atualizada em 08/02/2022 às 00h00min

Twilio lança três lições práticas para garantir a equidade e o impacto social nos negócios

Lista visa incentivar empresas a usarem seu poder para criar iniciativas sociais ao mesmo tempo que continuam gerando valor

SALA DA NOTÍCIA Luiz Valloto
Por mais de uma década, a equidade ao mundo dos negócios é tópico em importantes discussões. Um ponto de inflexão se deu no ano de 2020, diante da pandemia de COVID-19 e de um foco renovado no movimento Black Lives Matter, dentre outros movimentos de mudança cultural. Essa situação convocou indivíduos e organizações a reconhecerem e desmantelarem as desigualdades em todos os seus sistemas. Pensando nisso, a Twilio, em parceria com a Lyft e a Rothy’s durante o evento global SIGNAL 2021, lançou uma lista de três lições práticas para tornar a equidade e o impacto social essenciais para os negócios, sem perder valor no mercado.

Esta é uma era de mudança e, desde que isso começou, o mundo focado nos fins lucrativos às vezes tem se esforçado para atender às crescentes expectativas em torno do bem-estar social. De acordo com um estudo recente divulgado em um relatório da Harvard Business School, a urgência em fazer isso só está crescendo. A pesquisa descobriu que:
•    A maioria dos consumidores americanos (55%) acredita que é importante que as empresas tomem uma posição sobre as principais questões sociais, ambientais e políticas;
•    Quase 70% dos funcionários dizem que não trabalhariam para uma empresa sem um propósito forte;
•    48% dos investidores decidiram não investir em uma empresa porque ela carece de um propósito forte, enquanto 38% dos investidores deram um passo adiante e venderam ações que já tinham dessas empresas.

Ou seja, hoje, consumidores, funcionários e investidores esperam que as empresas apoiem causas que beneficiem a sociedade como um todo, não apenas os resultados financeiros. Apesar de parecer um cenário complexo a se adequar, vincular equidade e impacto social ao trabalho é, muitas vezes, mais intuitivo do que pode parecer.

Alinhando o impacto social com o crescimento dos negócios

A posição da Twilio no espaço de comunicação digital oferece a ela uma oportunidade única de gerar impacto diretamente na estratégia de negócios da empresa. Os blocos de construção de comunicação da Twilio para SMS, WhatsApp, vídeo e voz permitem que organizações sem fins lucrativos alcancem as pessoas que atendem e forneçam a ajuda certa na hora certa.

A Twilio.org é a unidade de negócios de impacto social da Twilio. Ela oferece às organizações sem fins lucrativos acesso a um pacote de serviços de comunicação com desconto. Com essa receita, a marca pode oferecer subsídios, alocar tempo de voluntariado de funcionários e fornecer mais serviços para ajudar outras organizações de impacto social a acessarem tecnologia para expandir sua missão. “Temos o que chamamos de nosso ciclo virtuoso de entrada no mercado”, explicou Erin Reilly, Chief Social Impact Officer da Twilio. “Quanto mais as organizações sem fins lucrativos cumprem sua missão por meio da tecnologia da Twilio, mais podemos investir para ajudar as organizações sem fins lucrativos a dimensionarem seu impacto”.

Este ciclo garante que a Twilio está integrando o impacto social em seus objetivos de negócios mais amplos - então, em vez de pedir recursos para impulsionar programas de impacto social, esses programas são escalonados organicamente conforme a receita da empresa cresce. “A maneira mais eficaz de aumentar o impacto e criar valor comercial de longo prazo é tornar a organização de impacto social uma fonte de receita”, explica Erin.

Três práticas para criar impacto social em seus negócios

1.    Comece com uma missão em mente: é preciso ter uma missão clara e inabalável vinculada ao negócio desde o início. Os que conseguem lançar uma empresa com sua visão de impacto social já estabelecida, terão uma vantagem inestimável. Dito isso, nem toda empresa foi construída com impacto social entrelaçado em seu DNA, mas nunca é tarde para avaliar como seu trabalho pode fazer a diferença na vida de outras pessoas. No caso da Rothy's, por exemplo, fazer o bem por meio dos negócios foi fundamental desde o início. O objetivo era destacar no espaço da moda notoriamente insustentável, por isso foram fundados com o compromisso de transformar garrafas plásticas de água de uso único e plásticos marinhos em calçados e acessórios com um belo design. Aproveitando a nova tecnologia de fabricação, Rothy’s tricota cada item com exatamente a quantidade de material necessária - removendo resíduos de tecidos em excesso;
2.    Antecipe-se e adapte-se aos desafios: quando uma empresa passa por circunstâncias tumultuadas, pode parecer difícil continuar priorizando o trabalho de impacto social. Mas uma crise em toda a empresa ou no setor - ou mesmo, como nos últimos anos, uma crise global - muitas vezes pode apresentar algumas das melhores oportunidades para agregar impacto e valor comercial. A Lyft foi um exemplo claro dessa posição. Em vez de sucumbir à pressão imposta pela pandemia, ela resolveu dobrar seus esforços para tornar o mundo um lugar melhor por meio do transporte. Ela rapidamente lançou um serviço de entrega em parceria com organizações sem fins lucrativos e governos locais para fornecer alimentos para as comunidades, entregando mais de 2 milhões de refeições grátis em 6 meses e ajudando a colocar dinheiro diretamente no bolso dos motoristas em um momento crucial;
3.    Influencie os líderes a priorizar a equidade: embora a rápida mudança em direção à equidade da atualidade tenha levado anos para ser construída, muitos líderes ainda estão familiarizados com um paradigma em que o trabalho de impacto era apenas um acessório para a missão central. Conseguir a adesão deles significa tornar o impacto uma parte inseparável e geradora de receita de seus negócios. “Estou na área de impacto social há mais de 20 anos e uma verdade fundamental é que sempre que o impacto social entra em conflito com a necessidade de gerar lucro, ele perde”, explica Erin. “A maneira mais eficaz de aumentar o impacto e criar valor de negócios de longo prazo é fazer da organização de impacto social uma fonte de receita”. Agora é a hora de priorizar o impacto. A visão desses líderes deixa claro que vincular impacto, equidade e sustentabilidade ao seu negócio não é apenas a coisa certa a se fazer, mas pode ser incrivelmente recompensador e possível, independentemente do setor. ​Considerar seu papel em fazer o bem contribuirá muito para atender às expectativas das partes interessadas, gerar receita e estabelecer uma identidade de marca clara.

Notícias Relacionadas »
Comentários »