MENU

02/02/2022 às 09h58min - Atualizada em 02/02/2022 às 09h58min

“Ghost”, um filme para assistir sempre

Da Redação - GB Edições
O filme “Ghost: Do Outro Lado Da Vida” foi o maior sucesso de bilheteria em 1990, arrecadando cerca de 505.702.588 de dólares. Além disso, foi indicado a cinco Oscar e ganhou o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante para Whoppi Goldberg e Melhor Roteiro Original.

“Ghost” contou a história de Sam Wheat (Patrick Swayze), funcionário de um banco em Nova York, e de Molly Jensen (Demi Moore), uma ceramista. Eles são um casal apaixonado e vivem bem até que Sam descobre discrepâncias em contas bancárias de pessoas milionárias e, ao final do expediente, conta o fato ao seu colega de trabalho e amigo Carl Bruner (Tony Godwyn). Naquela mesma noite, Sam e Molly são atacados por bandidos e Willie Lopez (Rick Aviles) mata Sam com um tiro. O fantasma de Sam surge de seu cadáver e fica ao lado de Molly sem entender nada. Aos poucos, percebe que é um fantasma e que ninguém mais pode ouvi-lo ou vê-lo.

Sam fica no apartamento de Molly e vê quando Willie consegue entrar e grita para o gato de Molly atacá-lo. O bandido deixa o local, Sam o segue e ouve quando ele diz que vai voltar para a casa de Molly. Desesperado, Sam percebe que sua amada corre perigo e é aí que ele encontra Oda Mae Brown (Whoppi Goldberg), uma trambiqueira que possui poderes paranormais e consegue vê-lo e ouvi-lo. É nela que Sam vê a chance de salvar Molly e revelar a trama que se esconde atrás de seu próprio assassinato.

A produção é cheia de cenas românticas e de alto apelo emocional. Uma delas acontece ao final da trama quando Molly percebe que pode ouvir Sam, uma luz celestial enche a sala e ele se torna completamente visível tanto para Molly como para Oda Mae. Neste momento, uma legião de anjos aparece e carrega Sam para o Além, onde ele finalmente descansará.

A trilha sonora, “Unchained Melody”, interpretada por Righteous Brothers se transformou num clássico musical mundial, fazendo enorme sucesso até hoje.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »