MENU

28/01/2022 às 20h05min - Atualizada em 28/01/2022 às 20h05min

Morre Antônio Mariano de Lucena, aos 84 anos

Pioneiro, além de fundador do bairro Maranhão Novo, vereador em Imperatriz, ele foi prefeito de Cidelândia

Raimundo Primeiro - Especial para O PROGRESSO
Antônio Mariano de Lucena trabalhou nas obras de construção da BR-010 - Foto: Álbum de Família
 
O empreendedor, ex-político e agropecuarista Antônio Mariano de Lucena, fundador do bairro Maranhão Novo, morreu nesta quinta-feira, 27. O falecimento aconteceu às 17h, após parada cardiorrespiratória, segundo informações de familiares, no Hospital da Unimed, em Imperatriz, onde estava internado.

O velório foi realizado no Complexo de Homenagem da Funerária Liv, localizada na rua Bom Jesus, em frente à Praça da Cultura, Centro, até às 16h.  

Natural de Pastos Bons (MA), Antônio Mariano de Lucena, 84 anos, residia em Imperatriz desde 1959 (chegou no início do ano). O PROGRESSO levantou que ele veio a cidade pela primeira vez a convite do irmão, o comerciante Josa Mariano de Lucena.

Com pouco estudo e, em virtude de suas condições financeiras, o empresário começou a trabalhar cedo – e em diversas áreas. Em sua trajetória profissional, consta, por exemplo, atuação nas obras de construção da Rodovia Belém-Brasília (BR-010).

Pioneiro em vários segmentos, acreditando no potencial de Imperatriz, ele foi o criador do primeiro loteamento da cidade, o Santo Antônio, em 1969, hoje conhecido por Maranhão Novo, bairro que concentra expressivo número de indústrias. O nome foi inspirado na música de campanha do então candidato ao Governo do Estado, José Sarney. 

Para se instalar no local, havia uma condição: montar uma usina beneficiadora de arroz, segundo informou a reportagem, um dos filhos, Lucena. Lá, foram instaladas 48 máquinas, transformando radicalmente o setor. “Foi o primeiro Distrito Industrial de nossa cidade, por concentrar fortes indústrias”, reforçou. Antônio Lucena deu nome a maioria das ruas do Maranhão Novo.

Antônio Lucena também desbravou no campo do lazer. Foi sócio-fundador do Clube Tocantins e do Juçara Clube. Este último, deu origem e nome a um dos maiores bairros da área central de Imperatriz, onde se apresentaram renomados artistas.

 

ATUAÇÃO NA POLÍTICA

Entusiasta e sempre acreditando em Imperatriz, Antônio Lucena foi vereador pela Aliança Renovadora Nacional (Arena), em 1970, chegando a exercer o cargo de vice-presidente da Câmara Municipal. O prefeito era Renato Cortez Moreira, com o primeiro mandato indo de 31 de janeiro de 1970 a 31 de janeiro de 1973.

Antônio Lucena foi chefe de gabinete durante a gestão Carlos Gomes de Amorim, eleito prefeito de Imperatriz em 1976.

 

PREFEITO DE CIDELÂNDIA

Antônio Lucena foi prefeito de Cidelândia, ao suceder o titular do cargo, José Antônio Lisboa Neto, primeiro prefeito do município, a 66 quilômetros de Imperatriz.
 

FAMÍLIA

Casado com Francisca da Silva Lucena, falecida há 15 anos, Antônio Lucena deixa três filhos – Antônio Mariano de Lucena, Marcos e Luciana, além de cinco netos.
 

ENTERRO

O sepultamento do corpo de Antônio Lucena aconteceu no Cemitério São João Batista, nesta sexta-feira. 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...