MENU

26/01/2022 às 19h18min - Atualizada em 26/01/2022 às 19h18min

Governador e vice-governador reúnem com secretário Nacional de Defesa Civil para intensificar ajuda humanitária no Maranhão

SECOM/MA
Secretário - A conferência ajudou na atualização do cenário do Estado, mobilização e diálogo para o recebimento de aportes federais - Foto: Divulgação
 
São Luís - O governador Flávio Dino e vice-governador Carlos Brandão reuniram com o secretário nacional de Proteção e Defesa Civil do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), coronel Alexandre Lucas, para tratarem da fase de reconstrução relacionada aos danos e prejuízos causados pelas enchentes no Maranhão, assim como das ações preparatórias e preventivas para a intensificação das chuvas nos meses de fevereiro e março.

A reunião também contou com a presença do secretário-chefe da Casa Civil do Maranhão, Diego Galdino; do comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão, coronel Célio Roberto; e equipe da Defesa Civil do Maranhão.

Para o vice-governador, Carlos Brandão, a conferência ajudou na atualização do cenário do Estado, para a mobilização e diálogo para o recebimento de aportes federais que intensifiquem ajuda humanitária no Maranhão.

“Estamos recebendo aqui o coronel Lucas, secretário Nacional da Defesa Civil, fruto de uma visita que nós tivemos em Brasília, onde relatamos a situação crítica que o Estado do Maranhão está vivendo no que diz respeito às enchentes. Ele está aqui acompanhado, também do coronel Célio Roberto, que é o comandante do Corpo de Bombeiros. O governador também esteve na reunião. Estamos nos solidarizando e, acima de tudo, nos colocando à disposição nas ajudas sociais, de infraestrutura. Estamos nos orientando de que forma a gente pode ter acesso a esses recursos para atender a essas pessoas desabrigadas”, relatou Brandão. 

O secretário nacional de Proteção e Defesa Civil do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), coronel Alexandre Lucas, pontua os recursos que a Defesa Civil Nacional dispõe para auxiliar na retomada da normalidade nas cidades maranhenses mais atingidas. 

“Nesse momento, as pessoas afetadas pelos desastres no Maranhão estão precisando, nós estamos aqui para isso. A Defesa Civil tem três tipos de recurso, recursos para assistência humanitária, que é aquele primeiro recurso para cestas básicas, colchões, kits de higiene, kits de limpeza das casas, kits de dormitório. Depois, tem o recurso para o restabelecimento de serviços essenciais, que é a recuperação das ruas que, eventualmente, uma enxurrada levou, a cabeceira de uma ponte, a manutenção de algum prédio público que teve o telhado destruído, coisas menores e mais rápidas. E o terceiro recurso é o de reconstrução, que são recursos mais robustos para reconstrução de pontes, reconstrução de prédios destruídos, de infraestruturas como ETAs, aquilo que for público e foi destruído, a gente libera o recurso”, pontuou o secretário nacional.

O comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão, coronel Célio Roberto, ressalta a importância do trabalho sistematizado entre a Defesas Civis municipais e estadual, que resulta agora, também, em ações concretas para o auxílio da nacional.

“Nós estivemos, no início da semana passada, na comitiva que foi coordenada pelo nosso vice-governador Carlos Brandão, em Brasília, e o secretário se comprometeu em estar aqui no nosso Estado. Então, a presença dele aqui mostra que a Defesa Civil trabalha, de fato, em sistema. A Defesa Civil do município é importante, a nossa Defesa Civil tem atuado muito por determinação do governador Flávio Dino e, com isso, o sistema como um todo, que chega até a nacional, hoje aqui tem o seu ciclo fechado, completo, com ações concretas que vão ajudar a restabelecer a normalidade nos municípios”, destacou o comandante-geral.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...