MENU

20/01/2022 às 20h33min - Atualizada em 20/01/2022 às 20h33min

Vacina não foi causa da parada cardíaca em criança, diz governo de SP

Caso ocorreu na cidade de na cidade de Lençóis Paulista. Análise realizada por especialistas apontou que a criança tem doença congênita rara que desencadeou o quadro clínico, segundo o governo estadual.

Bruno Bocchini
Agência Brasil - São Paulo
Segundo o estado, não há relação entre imunizante e quadro clínico - © José Cruz/Agência Brasil

  
O governo do estado de São Paulo informou na tarde de hoje (20) que o Centro de Vigilância Epidemiológica concluiu não haver relação entre a vacinação contra a covid-19 e a parada cardíaca que sofreu uma criança de 10 anos após ser imunizada na cidade de Lençóis Paulista (SP).

De acordo com o governo, a análise realizada por mais de dez especialistas apontou que a criança tem uma doença congênita rara, desconhecida até então pela família, que desencadeou o quadro clínico.

“O Centro de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado da Saúde informa que concluiu nesta quinta-feira (20) a investigação que descartou o evento adverso pós-vacinação na criança de dez anos do município de Lençóis Paulista. Não existe relação causal entre a vacinação e quadro clínico apresentado”, diz a nota do governo.

A Secretaria de Estado da Saúde reforçou a importância da vacinação e reafirmou que todas os imunizantes aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) são seguros e eficazes.

Ontem, a prefeitura municipal de Lençóis Paulista (SP) divulgou nota oficial no início da noite  informando que havia suspendido por sete dias a vacinação infantil em razão de a criança de dez anos ter sofrido uma parada cardíaca 12 horas após ser vacinada contra a covid-19 na cidade. Segundo a família, a criança está estável e consciente.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...