MENU

17/01/2022 às 19h57min - Atualizada em 17/01/2022 às 19h57min

Ex-estagiários IEL relembram início da carreira e dão dicas para se destacar

Os jovens compartilham os momentos de ansiedade e conquistas que viveram como estagiários IEL

Coordenadoria de Comunicação e Eventos do Sistema FIEMA
Suelen Desconzi formada em administração assistente de Recursos Humanos em uma empresa multinacional no ramo do agro - Foto: Divulgação
 
São Luís – Miriam, Suelem , Devid e Aureo são ex-estagiários do Instituto Euvaldo Lodi que conseguiram a tão sonhada contratação depois do período de estágio. Eles alcançaram o objetivo de muitos estudantes, que buscaram o Programas IEL de estágio para ter uma colocação no mercado de trabalho logo após o término da faculdade. 

Suelen Desconz, de 21 anos, da cidade de Balsas, conseguiu a sua efetivação na Empresa Agrex do Brasil S.A, uma multinacional no ramo do agro, há apenas 1 ano, como estagiária. Agora, ela é assistente de Recursos Humanos na empresa. Para conseguir o estágio, ela se inscreveu na seleção do IEL e conseguiu a vaga.  

“Eu acreditei, sim, que daria certo, pois a descrição da vaga estava muito alinhada com o que eu almejava e já desempenhava no estágio anterior, além de atender as características comportamentais e me encaixar no perfil profissional que a empresa buscava”, afirma Suelem. Ela foi estagiária no Banco do Nordeste do Brasil e buscou um novo estágio porque queria atuar especificamente na área de administração em uma multinacional.  

Ao contrário de outros ex-estagiários, Suelem não ‘sofreu’ no fim do estágio. “Minha gestora, Camila Antunes, sempre foi muito aberta comigo, e já deixava claro o desejo e a intenção de fecharmos uma parceria duradoura, além do estágio, depois que eu me formasse. Tudo se desenrolou de forma muito natural. Fui adquirindo minhas próprias funções e demandas e conquistando bastante autonomia”. Confiante, ela complementa: “Hoje entro no mercado de trabalho muito mais preparada, com mais maturidade e muito mais confiança, além de contar com ótimas referências e recomendações”. 

Formada em Administração pela Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), Mirian Samay Carvalho, enfrentou as incertezas da crise sanitária e se candidatou à uma das vagas abertas pelo IEL. “Como estávamos em meio à pandemia, fiquei bem desacreditada, pois já havia feitos vários processos seletivos, inscrevi-me em muitas vagas, mas nunca havia passado”. Depois da experiência com o IEL, Miriam indica a instituição para aqueles que querem se candidatar às vagas de estágio. “Dentre todas as empresas de estágio que tive contato, o IEL foi aquela que mais mostrou transparência quanto às suas vagas e seriedade na gestão do estágio. Por isso, recomento o Instituto”. 

Miriam foi efetivada no Conselho dos Técnicos Industriais da Segunda Região (CRT-02) logo que acabou o de contrato de estágio. Hoje ela atua como auxiliar administrativo e está satisfeita com a contratação. “Fiquei muito feliz e orgulhosa, pois me sempre me esforcei e me dediquei ao máximo em tudo que eu faço”. 

O mais novo ex-estagiário IEL contratado é o Devid Carvalho de 18 anos. Assim que completou a maioridade, Devid recebeu a convocação para deixar de ser estagiário e participar do quadro efetivo de funcionários da empresa AC Construções que atua na área da Construção Civil (construção e manutenção de edifícios). “Tive o acompanhamento do IEL que me ajudou bastante. É muito bom trabalhar na A.C que é uma empresa organizada e que me ensina a cada dia algo novo. Hoje terminei o ensino médio, sou auxiliar técnico na empresa e penso em crescer mais”.

O Analista de RH da empresa AC Construções que tem sede no Ceará, Lucivando de Oliveira, considera o IEL um grande parceiro no Programa de estágio. “A AC construções teve o cuidado em escolher o melhor parceiro para intermediar o nosso estágio.O IEL sempre nos tratou com cordialidade e a seleção do Devid como estagiário foi certeira, pois soubemos que ele poderia crescer com a empresa pelas habilidades apresentadas.” 

Para conseguir uma vaga de estágio, Aurio Nascimento, 27, sempre esteve atento às oportunidades que surgiam nas redes sociais do IEL. “Hoje as empresas utilizam muito as mídias sociais e é importante seguir os perfis das empresas que você almeja trabalhar, pois significa estar um passo à frente”. 

Ele não acreditava que poderia ser escolhido para o estágio na Agrex do Brasil SA. “Eu não esperava ser chamado e foi uma surpresa chegar na etapa final das entrevistas pelo IEL”, lembra. 

Aurio que se forma em Engenharia Ambiental neste mês, conta que ficou apreensivo com o final do contrato de estágio, pois queria continuar trabalhando na Agrex. “Quando recebi a notícia da efetivação, fiquei muito feliz porque desejava mesmo continuar na empresa e gostava da rotina onde eu aprendia muitas coisas da minha área de estudo”. 

Sobre os serviços de intermediação de estágio do IEL, a supervisora de RH da Agrex, Camila Vieira, diz que o IEL sempre teve a preferência da empresa nos processos de estágio e que através dos serviços oferecidos pelo Instituto, a Agrex tem todo o suporte para as decisões e andamento da contratação dos estagiários. “Temos extrema confiança na entrega e na garantia do acompanhamento dos nossos colaboradores-estagiários. O IEL é um importante parceiro que contribui com o desenvolvimento dos nossos programas e das nossas pessoas”.  

Dicas- Para os estagiários que buscam uma efetivação, os jovens ressaltam que proatividade, saber ouvir feedbacks, buscar se desenvolver e aceitar desafios são boas atitudes para se destacar e buscar uma vaga efetiva. 

“Para os que estão em busca de uma vaga de emprego, o meu conselho seria: sejam dispostos! Busquem conhecimento e estejam abertos às oportunidades!”, diz Suelem. 

Estar antenado no que acontece nas redes sociais e pesquisar sobre a empresa, conhecer e se identificar com seus valores, conversar com alguém que trabalha ou já trabalhou na empresa são algumas das dicas do ex-estagiário Aurio para quem está em busca de uma vaga de estágio. 

Miriam indica que no processo de conquista do emprego, é necessário ser persistente. “Nunca deixar de se atualizar e qualificar, pois o mundo está muito rápido hoje, e as empresas estão sempre em busca de diferenciais nas pessoas, então estudem, se qualifiquem, e tenham confiança e propriedade para falarem de vocês e do que vocês querem”. 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...