MENU

12/01/2022 às 20h06min - Atualizada em 12/01/2022 às 20h06min

Processos de construção da ponte sobre o Rio Pericumã seguem avançando

Secom
Construção dos blocos em terra sendo executada - Foto: Maurício Albino
 
Nesta quarta-feira (12), na região da Baixada Maranhense, o secretário Clayton Noleto esteve nas obras de construção da ponte que liga as cidades de Central e Bequimão, acompanhando os serviços que estão em execução.

De trabalhos complexos com o maquinário a ajustes simples com a mão de obra humana, a construção da ponte segue com o cronograma de serviços e em breve será entregue à população.

As equipes de engenharia estão focando agora nos acessos entre a ponte e a rodovia, através do processo de cravação das camisas metálicas e da concretagem dos blocos em terra na parte da cidade de Central, equivalentes ao bloco 1 e 2, e no lado de Bequimão, equivalente ao bloco 14.

O secretário Clayton Noleto destacou a complexidade desse serviço devido ao tipo de solo encontrado na região, o chamado solo mole, que é mais lamacento. “O Rio Pericumã tem características muito particulares, com oscilação de maré e solo mole. E isso representa um grande desafio para a nossa engenharia maranhense. Essa obra indo para a fase de conclusão, comprova toda a capacidade técnica do nosso pessoal”, contou.

Para enfrentar essa dificuldade, as camisas metálicas no processo de cravação são inseridas em uma profundidade de cerca de 50 metros solo adentro, vencendo 33 metros de lama e 17 de rocha, o que permite a fixação e sustentação da ponte.

Assim como o maquinário trabalha a todo vapor nesses processos grandes e complexos, a inteligência humana trabalha nos detalhes. Seu Lourival Mendes, topógrafo da obra, acompanha de perto a descrição exata e detalhada do lugar, incluindo medição de distâncias, as curvas de nível para saber se está tudo caminhando como o projeto e calculando a área para então as equipes prosseguirem com os serviços.

Finalizando as etapas de concretagem dos blocos em terra, que darão acesso à rodovia, as equipes começarão a trabalhar na pavimentação e sinalização do tabuleiro da ponte, local por onde os carros irão trafegar.

Em breve, toda a população do Litoral Ocidental Maranhense será beneficiada com essa obra que vai encurtar distâncias entre mais de 10 cidades, aumentar a escoação de produtos, bem como a exploração de pescados e, claro, levar mais desenvolvimento a todo estado.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »