MENU

11/01/2022 às 19h25min - Atualizada em 11/01/2022 às 19h25min

Preso um dos envolvidos na morte de homem em hospital de São José de Ribamar

O criminoso, que não teve o nome revelado, já se encontra no Complexo de Pedrinhas

Secom/MA
Adeilson Miranda, o ‘Mata Gato’, foi executado com vários tiros - Foto: Arquivo/O PROGRESSO
 
Um cerco policial realizado nesta segunda-feira (10), em São José de Ribamar, resultou na prisão de um dos envolvidos do assassinato de Adeilson Miranda Oliveira, também conhecido como Mata Gato, de 33 anos. 

Ele foi morto a tiros dentro do Hospital Municipal de São José de Ribamar, na tarde de domingo (9), por três integrantes de uma facção criminosa.

O delegado Jader Alves, que investiga o caso, disse que policiais civis, militares e guardas municipais realizaram uma incursão no bairro do Moropoia e conseguiram prender em uma área de matagal um dos suspeitos do crime, de 19 anos.
Ainda segundo o delegado, o detido já foi reconhecido por algumas testemunhas, foi autuado pelo crime de homicídio encaminhado para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde se encontra à disposição do Poder Judiciário. 

A Polícia já tem a identificação dos outros dois criminosos envolvidos no crime. Eles estão sendo procurados já com mandados de prisão deferidos pela justiça.

 

Execução

O crime aconteceu às 15h08 deste domingo (9). Imagens de câmeras de segurança mostram que Adeilson Miranda estava sentado do lado de fora do hospital, quando foi surpreendido por três homens armados que chegaram atirando. A vítima ainda correu para dentro da unidade, mas foi alvejada por diversos disparos e morreu no local.

Ainda nas imagens é possível ver a correria de pessoas que esperavam por atendimento e de funcionários do hospital para se protegerem dos tiros. O balcão de atendimento da unidade acabou caindo devido ao desespero das pessoas.

De acordo com a polícia, a vítima integrava uma facção criminosa e tinha passagem pelos crimes de associação criminosa, roubo, tráfico de droga e porte ilegal de arma de fogo.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...