MENU

11/01/2022 às 14h31min - Atualizada em 11/01/2022 às 14h31min

Polícia Civil prende investigado por estupros em série contra crianças

Ao menos oito vítimas, com idade entre 6 e 12 anos, foram identificadas. Crimes teriam sido iniciados no ano de 2000, na capital goiana.

DiCom – Polícia Civil de Goiás
José Ferreira Lima Filho, conhecido como “Darinho”, acusado de cometer o crime de estupro - Foto: Divulgação DiCom – Polícia Civil de Goiás

  
Goiânia/GO - A Polícia Civil de Goiás, por meio da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) de Goiânia, cumpriu mandado de prisão preventiva, nesta segunda-feira (10), contra um indivíduo suspeito de estupro de vulnerável. Os crimes teriam sido praticados contra diversas crianças, na cidade de Goiânia. Ao menos oito vítimas foram identificadas.

As investigações foram iniciadas após a DPCA tomar ciência de que José Ferreira Lima Filho, 55 anos de idade, conhecido como “Darinho”, teria, em tese, cometido o crime de estupro de vulnerável contra uma criança de apenas 6 anos de idade. No decorrer da investigação e após o cruzamento de dados, descobriu-se que o suposto autor não teria cometido apenas a conduta retratada, mas também praticado uma série de crimes contra vulneráveis. Os crimes teriam sido iniciados no ano de 2000, tendo como alvo crianças entre 06 e 12 anos.

Após a consumação de seus atos, o suspeito passava a proferir ameaça às vítimas, para que mantivessem o silêncio e não expusessem aos familiares o ocorrido. Diante dos elementos apurados, visando evitar a reiteração delitiva em face de vulneráveis na capital goiana, e após autorizada a representação da autoridade policial, a prisão foi cumprida no Setor Jardim Diamantina, na Região Norte de Goiânia.

A divulgação de imagem e identificação do preso foi precedida nos termos da Lei nº 13.869/2019, Portaria nº 547/2021-PC e Ofício 1940-DPCA, conforme despacho fundamento pelo delegado de polícia responsável pelo inquérito policial, especialmente com o intuito de propiciar a identificação de novas vítimas no Estado de Goiás.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...