MENU

05/01/2022 às 22h37min - Atualizada em 05/01/2022 às 22h37min

​Número de afetados pelas enchentes chega a 1.096 no Tocantins; 275 estão sem moradia

São 36 municípios monitorados pela Defesa Civil. São Miguel do Tocantins é a cidade mais afetada pelas chuvas no Tocantins

Assessoria
Bela Vista com Imperatriz ao fundo, é localidade mais afetada pelas chuvas em São Miguel do Tocantins - Foto: Reprodução/Imadrone
 
O número de pessoas afetadas pelas enchentes no Tocantins chegou a 1.096, de acordo com o boletim divulgado pela Defesa Civil Estadual nesta quarta-feira (5). Até o momento, 36 municípios foram afetados e estão sendo monitorados pelos órgãos.

Em todo o estado são 275 pessoas desabrigadas em seis municípios, a maioria no extremo norte (Araguanã, Axixá do Tocantins, Itaguatins, São Miguel, Rio dos Bois, Pedro Afonso).

Ainda segundo a Defesa Civil, 236 pessoas estão desalojadas nos seguintes municípios: Araguanã, Axixá do Tocantins, Paranã, Rio dos Bois; Pedro Afonso; Tupirama; Tupiratins; Palmeirante; Bom Jesus; São Sebastião; São Miguel; São Sebastião, Sampaio e Itaguatins.

São Miguel
Segundo a Defesa Civil, o município de São Miguel do Tocantins, no extremo norte do estado, é o mais afetado pelas cheias dos rios. São 404 pessoas afetadas, 198 desabrigadas, 33 desalojadas e 231 resgatadas ou retiradas, número que inclui os que estão desalojados e desabrigados.

Já na região de Itaguatins, são 100 pessoas afetadas pela cheia de córrego que passa no município, sendo 91 desalojadas e 9 desabrigados.

As duas cidades estão localizadas na região de abrangência da Usina Hidrelétrica de Estreito (UHE Estreito).

Pessoas afetadas pelas cheias
A Defesa Civil explicou que pessoas afetadas são aquelas que precisaram ser retiradas de suas residências, pessoas desalojadas, desabrigadas, os que ficaram ilhados, mas que já estão em segurança no local de origem ou em casa própria, ou os que ainda estão ilhados sendo monitorados.

Vazão das usinas
De acordo com o boletim da Defesa Civil, a vazão das UHEs se mantém estável, com certa baixa para a Usina de Peixe, que opera na média 6.000, a qual esteve no pico de 14.000 m3/s.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...