MENU

29/12/2021 às 18h48min - Atualizada em 29/12/2021 às 18h48min

Famílias atingidas pela enchente recebem tendimento médico

Ação realizada no Bairro da Caema levou serviços de aferição de pressão arterial e entrega de medicamentos

Paula de Társsia - Ascom
Foto: Divulgação
 
A Secretaria Municipal de Saúde de Imperatriz (Semus) levou, nesta terça-feira, 28, atendimento médico a famílias atingidas pela cheia do Rio Tocantins. A ação faz parte de uma força-tarefa da Prefeitura, incluindo as secretarias de Saúde, Desenvolvimento Social, Governo e Defesa Civil para auxiliar essas famílias.

Com o aumento do nível do rio, até o momento, 60 famílias estão desabrigadas, mas em locais mantidos pelo Município e outras desalojadas, ou seja, saíram de casa e optaram por outro local que não é o abrigo. As regiões atingidas são Bairro da Caema, Porto da Balsa, Leandra e Areal.

“É um trabalho conjunto para que possamos prestar assistência às comunidades afetadas pelos alagamentos os quais podem favorecer a proliferação de vetores que provoquem doenças. Nós da Secretaria de Saúde estamos levando atendimento médico, principalmente, preventivo”, destacou o secretário Alcemir Costa.

Equipes estiveram na quadra poliesportiva da Caema e na Igreja São Sebastião. “As famílias foram assistidas pelo médico Pedro Sales, além das equipes de enfermagem e assessoria técnica. Fizemos aferição de pressão arterial e entrega de medicamentos, conforme a prescrição médica. Na quarta-feira estaremos novamente no local prestando assistência”, explicou a coordenadora da Atenção Básica, Sormmane Branco.

A Prefeitura de Imperatriz disponibiliza a Escola Tiradentes, a quadra poliesportiva da Caema e o Parque de Exposições para acolher as famílias. Igreja São Sebastião, ligada à Igreja Católica, também tem sido ponto de apoio. “O nível do rio aumentou muito hoje, estamos 9 metros acima e continuamos dando suporte às famílias. Caso seja necessário,  podem nos acionar pelo WhatsApp: (99) 99152-0832”, ressaltou o superintendente da Defesa Civil,  Josiano Galvão.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »