MENU

28/12/2021 às 09h59min - Atualizada em 28/12/2021 às 09h59min

Servidores interceptam entrada de drogas na UPR de Senador Canedo

Durante a ocorrência, quatro suspeitos foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil para as providências adequadas.

Da Redação
Diretoria-Geral de Administração Penitenciária- DGAP
Foto: Divulgação/Administração Penitenciária- DGAP
  
Senador Canedo/GO - Servidores da Unidade Prisional Regional (UPR) de Senador Canedo evitaram, nesta sexta-feira, 24/12, a entrada de aproximadamente 300 gramas de sustância análoga à maconha, no presídio. Os entorpecentes foram interceptados no instante em que quatro indivíduos realizaram o lançamento da droga, por cima do muro do local. A apreensão do material ocorreu antes mesmo que chegasse a destinação final.

Segundo a 1ª Coordenação Regional Prisional da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária, o rigor estabelecido neste final de ano resultou na ampliação dos procedimentos operacionais. Assim, ao ser notado a atitude estranha dos quatro jovens que ao perceberem a presença dos servidores penitenciários tentaram evadir do local, sem ser identificados.

A aproximação dos indivíduos, de 18 e 20 anos , no perímetro de segurança do presídio motivou o início da monitoração minuciosa. “Perante suspeitas, os agentes plantonistas analisaram as imagens do vídeo monitoramento do local, logrando êxito em na identificação do veículo utilizado pelos indivíduos para o apoio na ação”, comenta Roberto Lourenço, coordenador regional.

Diante dos fatos, foi acionado o apoio da Polícia Militar para auxiliar nas providências necessárias que o caso requeria. “O amparo realizado pela força coirmã foi de extra importância. Atividade que resultou na abordagem, em via pública, de um veículo com placa de identificação adulterada e em seguida a identificação dos indivíduos, “ressalta Lourenço.

Procedimentos Administrativos Internos foram abertos para apuração dos fatos e aplicação das sanções disciplinares aos destinatário dos materiais , conforme determina a Lei de Execução Penal.

Os quatros suspeitos foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil para as providências adequadas e demais procedimentos de investigação. O material apreendido está à disposição das autoridades policiais competentes para os devidos fins, na forma da lei.

A ágil ação dos servidores penitenciários e a integração das forças policiais vão ao encontro do conjunto de medidas estabelecidas pelo Governo de Goiás, em consonância com a Secretaria de Segurança Pública, no que tange a ampliação e manutenção da segurança.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...