MENU

28/12/2021 às 09h28min - Atualizada em 28/12/2021 às 09h28min

Araguaína é primeira do Tocantins a criar projeto que facilita empreendedorismo tecnológico

Modelo SandBox transforma parte da cidade em uma área para as empresas testarem inovações tecnológicas de forma desburocratizada

Felipe Maranhão
Ascom/PMA
Foto: Marcos Sandes/Divulgação Ascom/PMA
  
Araguaína/TO - 
Com uma série de iniciativas voltadas à inovação tecnológica para o desenvolvimento da cidade, Araguaína alcançou mais uma posição de destaque entre os municípios brasileiros que tem apostado na modernização e incentivo à novos modelos de negócio, se tornando a primeira cidade do Tocantins a implementar um projeto que facilitará a aplicação e testagem de técnicas e novas tecnologias, além de oferecer produtos e serviços inovadores para a comunidade.

A Lei Complementar nº 109, publicada no Diário Oficial de Araguaína neste mês de dezembro, prevê a criação e o funcionamento do Sandbox Regulatório de Araguaína, transformando uma parte da cidade em uma área onde as empresas poderão testar os projetos de inovação de forma desburocratizada.

De acordo com o assessor técnico da Secretaria da Fazenda, Ciência, Tecnologia e Inovação, Igor Thawan do Nascimento, a proposta é transformar Araguaína em uma espécie de Vale do Silício, uma conhecida região da Califórnia nos Estados Unidos onde estão situadas várias empresas de alta tecnologia.

“O termo 'Sandbox' vem do inglês e faz referência a um parquinho de areia fofa, onde crianças podem aprender e brincar sem se machucar, da mesma forma, no Sandbox, as empresas inovadoras podem testar seus projetos de inovação sem grandes prejuízos. Um exemplo simples seria se uma empresa de delivery quisesse otimizar suas entregas utilizando drones, desta forma, esta área regulamentada poderá servir de espaço para implantação do negócio”, explicou o assessor.

Inovação 5G

Com a iniciativa, Araguaína entrou na lista dos dez municípios brasileiros que implementaram o projeto para promover a transformação digital da cidade, ficando ao lado de cidades como Foz do Iguaçu (PR), João Pessoa (PB) e Curitiba (PR).

O 5G será a primeira nova tecnologia testada na recém-criada Lei Sandbox. Araguaína também está saindo na frente com a nova tecnologia, se tornando um dos cinco primeiros municípios do Brasil a implantar a tecnologia 5G, com instalação já no início de 2022.

Diante da inviabilidade de instalar uma grande quantidade de antenas na cidade, a Anatel (Agência Brasileira de Telecomunicações) optou por colocar as antenas nos postes de iluminação pública. Araguaína e as demais cidades escolhidas vão receber a instalação de 15 luminárias cada, equipadas com wifi e 5G integrados, duas câmeras de videomonitoramento e software de reconhecimento facial.

Os novos dispositivos são feitos com tecnologia israelense, uma das mais avançadas do mundo, e ao final serão doadas aos municípios. A previsão é atender uma área entre 700 e 1.500 metros. Essa solução inovadora é resultado do trabalho conjunto de três empresas de telecomunicação de nível global, Nokia, Juganu e Qualcomm, em parceria com o Ministério das Comunicações e a ABDI (Agência Brasileira de Desenvolvimento)

Como participar

A partir de 2022, as empresas inovadoras já poderão apresentar seus projetos para a Secretaria Municipal da Fazenda, Ciência, Tecnologia e Inovação. Cada projeto será avaliado e se autorizado, receberá uma série de benefícios durante sua implementação, como a prioridade na tramitação de pedidos de liberação e realização de projetos no Sandbox.

“O Sandbox Regulatório de Araguaína é importante não apenas para a nossa cidade, mas para todo o Estado do Tocantins e Região Norte do Brasil, pois nós estamos contribuindo para o desenvolvimento econômico de toda a região, promovendo a criação de empresas inovadoras, estimulando experimentos tecnológicos, diminuindo custos para a inovação e aumentando a competitividade”, destacou o prefeito de Araguaína, Wagner Rodrigues.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...