MENU

27/12/2021 às 17h30min - Atualizada em 27/12/2021 às 17h30min

Exportações do agro somam US$ 8.4 bilhões em novembro

Imprensa/CNA
Produção de soja - Foto: Pixabay
   
As exportações do agro somaram US$ 8.4 bilhões em novembro deste ano. Houve crescimento de 6,8% em relação ao mesmo mês de 2020, segundo análise da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) com base nos dados do Ministério da Economia.
 
No acumulado de janeiro a novembro de 2021, as vendas externas totalizaram o valor recorde de US$ 110.7 bilhões, com alta de 18,4% na comparação com igual período do ano passado.
 
A soja em grão liderou a lista de produtos exportados em novembro, com participação de 15,8% do total e receita de US$ 1.3 bilhão (aumento de 150% em relação a novembro/2020).
 
O açúcar em bruto foi o segundo item mais embarcado, com exportações no valor de US$ 802.9 milhões, indicando resultado positivo de 11,0% frente a novembro do ano passado.
 
O aumento mais expressivo nas vendas externas foi para o óleo de soja em bruto, de 3.986,7%, passando de US$ 5,2 milhões em novembro de 2020 para US$ 213,9 milhões em novembro de 2021. Na sequência, estão a soja em grão (150%), carne de frango in natura (26,4%) e papel (25,2%).
 
Destinos
Em novembro de 2021, 64,8% das vendas do agronegócio tiveram dez países como principais destinos. O primeiro foi a China, com participação de 21,2% do total, seguida por União Europeia (15,9%), Estados Unidos (11,1%), Japão (2,9%) e Emirados Árabes Unidos (2,6%). Completam a lista Bangladesh (2,4%); Vietnã (2,3%); Índia
 
(2,3%); Egito (2,3%) e Chile (2,0%).
Na comparação entre novembro de 2021 frente ao mesmo período de 2020, houve aumento nas exportações para oito dos dez principais destinos dos produtos do agronegócio brasileiro, com destaque para Índia (128,1%) e Bangladesh (101,2%).
 
Agro.BR
A CNA também compilou os dados sobre as exportações mensais dos setores prioritários do Projeto Agro.BR, uma iniciativa em parceria com a Apex-Brasil para aumentar a oferta de produtos do agronegócio brasileiro no comércio exterior e promover a diversificação da pauta exportadora brasileira.
 
O setor de pescados foi o que mais se destacou em novembro, com crescimento de 64,4% nas exportações na comparação com igual mês de 2020. Em seguida está o setor de chá, mate e especiarias, com aumento de 54,8%. As frutas tiveram alta de 13,3% em novembro de 2021 frente a novembro de 2020. 

Notícias Relacionadas »
Comentários »