MENU

25/12/2021 às 11h19min - Atualizada em 25/12/2021 às 11h19min

Ouvidoria Geral do Município destaca ações em 2021

Reativação e implementação de ouvidorias exclusivas, migração para novo sistema e articulação entre os setores fizeram parte das principais atividades do órgão

Ariel Rocha
Ouvidor-geral, Carlos Lima, ressalta que mesmo com os percalços que a pandemia continuou acarretando durante o ano, o trabalho do setor não parou. (Foto: Arquivo)

  
A Ouvidoria Geral do Município é o órgão auxiliar da Prefeitura de Imperatriz, que tem a função de ser o principal canal de comunicação entre população e governo municipal. Tem como diretriz de atuação ser a porta de entrada dos munícipes, para que suas demandas e manifestações sejam ouvidas e sanadas.

O ouvidor-geral, Carlos Lima, ressalta que mesmo com os percalços que a pandemia continuou acarretando durante o ano, o trabalho do setor não parou. “Apesar de ser um ano atípico, 2021 foi trabalhoso, com bastantes ações, atividades e implantações de melhorias. Mesmo com as restrições do atendimento presencial, os canais de comunicação funcionaram ininterruptamente pelo site, ligação telefônica e envio de mensagens pelo WhatsApp”, comenta.

Entre as principais ações deste ano do órgão, destaca-se a implantação e migração da Ouvidoria para o sistema 1Doc, disponível aqui. Objetivo foi dinamizar ainda mais o acesso da população no envio de suas demandas para a administração municipal. Além do site, disponível para servidores públicos e munícipes, há o aplicativo da plataforma. Qualquer demanda relacionada aos setores da Prefeitura pode ser enviada através do site e aplicativo.

Houve a reativação dos atendimentos da Ouvidoria exclusiva para o Hospital Municipal de Imperatriz (HMI) e Hospital Municipal Infantil de Imperatriz (HMII). Funcionando através do (99) 98255-2345 para ligação telefônica e envio de mensagens no WhatsApp, comunidade pode enviar sugestões, reclamações, denúncias, solicitações e/ou elogios relacionados às unidades de saúde.

A Guarda Municipal de Imperatriz (GMI) também ganhou Ouvidoria exclusiva para as demandas da força de segurança, dinamizando assim o contato e concentrando tudo que vem da comunidade, no que diz respeito à GMI. Necessidade vista por ser a entidade responsável pelas políticas de segurança urbana e prevenção da violência criminal na cidade, que faz a proteção de bens, serviços e instalações públicas municipais.

Destaca-se também a implantação de uma Ouvidoria exclusiva para a Secretaria Municipal de Planejamento Urbano (Seplu). A secretaria é órgão vital para a função de examinar e despachar processos relativos ao uso e ocupação do solo, subsolo e espaço aéreo. Por isso, a importância de se estabelecer uma comunicação exclusiva para a população.

Durante todo o ano, equipes da Ouvidoria Geral realizaram visitas in loco nas secretarias, órgãos e Unidades Básicas de Saúde, para fazer o acompanhamento das demandas enviadas pelos cidadãos. Além de receber das manifestações dos munícipes, a Ouvidoria faz a análise das questões, para avaliar se compete ao Município, depois encaminha as demandas aos órgãos e entidades municipais competentes e realiza o acompanhamento da resolutividade da questão. Ainda cobra em casos necessários, fornece uma resposta aos manifestantes e encerra assim que resolvida e finalizada a demanda.

Sobre o trabalho conjunto com outros órgãos, secretarias e entidades, a Ouvidoria realizou reuniões e fechou parcerias com equipes da Guarda Municipal, Secretaria de Governo, Controladoria Geral do Município, Hospitais Municipais e Secretaria Administração e Modernização. O debate com as entidades buscou melhores formas de gerenciar e otimizar as demandas da população que chegam até a Prefeitura, através da Ouvidoria. Todas as articulações levaram às ações práticas, que competem mais agilidade ao serviço prestado, tendo com um dos seus principais resultados a implementação do 1Doc.

De acordo com o adjunto da Ouvidoria Geral, Patrick Medrado, o órgão vem cumprindo com seu papel na Administração Pública. “As diversas ações feitas no ano de 2021, apesar do momento complicado que passamos atualmente, foram plausíveis e essenciais. Cada vez mais trabalhamos para garantir à sociedade o exercício do direito a participação e o controle da prestação dos serviços públicos”, declara.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...