MENU

21/12/2021 às 22h14min - Atualizada em 21/12/2021 às 22h14min

Pioneiro e líder comunitário, Raimundo Reis da Silva morre aos 68 anos

Líder comunitário trabalhou na garantia da habitação para as famílias mais carentes ao ajudar a fundar vários setores de Araguaína, como Raizal, Maracanã e o Assentamento Rio Preto

Da Assessoria
Foto: Divulgação/Álbum de família
  
A cidade de Araguaína amanheceu consternada ontem com a notícia do falecimento de Raimundo Reis da Silva, na manhã dessa terça-feira, 21, aos 68 anos. Ele lutava contra um câncer de fígado e estava internado no Hospital Regional de Araguaína desde a última quinta-feira, 16.

Raimundo Reis foi líder comunitário, fundador do CCABA (Conselho Consultivo de Associações de Bairros de Araguaína) e ajudou a fundar vários setores de Araguaína, como Raizal, Maracanã e o Assentamento Rio Preto, contribuindo fortemente para a garantia de habitação da população carente da cidade. Ele deixa 8 filhos e 12 netos.

O prefeito Wagner Rodrigues distribuiu nota de pesar onde lamenta a perda e exalta as qualidades do grande líder comunitário.

Notícias Relacionadas »
Comentários »