MENU

23/09/2020 às 00h00min - Atualizada em 23/09/2020 às 00h00min

PROJETO MEDIA LITERACY BY COC

Patricia Blanco
Estamos vivendo a Era da Informação, em que todos são capazes de produzir e consumir conteúdo através de mensagens, vídeos, fotos, curtidas e compartilhamentos. O desenvolvimento das novas Tecnologias da Comunicação e Informação (TICs), aliás, conduz a atenuação dos limites entre os meios online e offline, que nos leva a viver um estilo de vida conectado, assim, durante o dia recebemos informações de diversas fontes do meio digital, como Facebook, Instagram, WhatsApp e outros sites de pesquisa, por exemplo.

 As crianças e adolescentes também estão inseridas nesse processo. Em pesquisa recente realizada pelo CETIC.BR, verificou-se que 86% das crianças e adolescentes, com idade entre 9 e 17 anos, eram usuários da Internet, o que equivale à 24,3 milhões de indivíduos conectados (TIC Kids Online, 2018). Nesse cenário, faz-se necessária uma educação democrática a fim de reconstruir as ideias convencionais sobre tecnologias e conhecimento. 

O ensino do letramento midiático, nesse sentido, está intimamente ligado ao direito fundamental à informação e à liberdade de expressão, visto que proporciona as competências necessárias para o usufruto pleno desses direitos. A educação midiática, assim, é essencial em todas as idades, especialmente, entre crianças e adolescentes, os quais precisam ser educados para desenvolver o necessário hábito da leitura crítica de todas as mensagens a que são expostos diariamente.

É possível observar diversos esforços internacionais em torno da questão Na Europa, os países-membros da União Europeia promoveram a Semana Europeia de Letramento Midiático (European Media Literacy Week), em 2019, cujo objetivo era sensibilizar a população sobre a importância do aprendizado digital. O governo canadense, por sua vez, lançou uma série de cartilhas e projetos para desenvolver o conhecimento da população sobre segurança e cidadania digital, como o Canada’s Digital Charter. 

No Brasil, também existem organizações que se preocupam com a temática, aqui, merece destaque o projeto Educamídia do Instituto Palavra Aberta, criado para desenvolver a capacitação de professores e organizações de ensino, além de incentivar o engajamento da sociedade no processo de educação midiática dos jovens. 

A partir do cenário apresentado, e atento à realidade de seus alunos, o Colégio COC Imperatriz e a Casa Escola dei Bambini, em parceria com o Instituto Palavra Aberta, promove, nos dias 21/09/2020 a 25/09/2020, uma semana destinada especialmente à construção de habilidades associadas ao letramento midiático. Trata-se da edição 2020 dos nossos Clubes de Ciências, sob o título “Media Literacy by COC”, em que pretendemos educar nossos alunos para se tornarem cidadãos preparados a exercer sua liberdade e cidadania. 

Nossa proposta é instigar os alunos, desde a Educação Infantil até o Ensino Médio, a pensar criticamente as novas tecnologias e todos os benefícios e desafios que as acompanham. Entre os temas abordados nos Clubes de Ciências estão: cidadania digital, cyberbullying, fake news e desinformação, leitura crítica de conteúdos online, e diversas outras temáticas, cujos resultados serão publicados em nossas mídias digitais.  

Sabemos que o mundo conectado exige novas formas de educar, por isso, acreditamos que a semana Media Literacy by COC será uma excelente oportunidade para exercitar a criatividade e o engajamento de toda comunidade escolar. Esperamos instigar a curiosidade em nossos alunos e professores, a fim de que os aprendizados alcançados os acompanhem em novos caminhos que virão. 

Já começamos bem os trabalhos com a Live “Educação Midiática e a Construção da Cidadania Digital”, que aconteceu ontem, segunda-feira, com a presença de Patrícia Blanco, presidente do Instituto Palavra Aberta e a mediação de Maria Eduarda Sampaio de Sousa, graduanda da FDRP/USP e associada do Instituto Avançado de Proteção de Dados (IAPD). Os alunos, pais e professores tiveram a oportunidade de debater questões centrais sobre educação midiática, tais como, fake news, cyberbullying e segurança digital. Ficamos muito felizes com a participação de todos, e informamos que a live está disponível no nosso canal do YouTube COC Imperatriz. 
Patrícia Blanco, Pres. do Instituto Palavra Aberta
Maria Eduarda Sampaio de Sousa. Graduanda da FDRP/USP e Associada do Instituto Avançado de Proteção de Dados (IAPD).
Elizângela Sampaio. Coordenadora Pedagógica do Colégio COC Imperatriz

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...