MENU

17/11/2021 às 19h37min - Atualizada em 17/11/2021 às 19h37min

Acusado de feminicídio e homicídio em Imperatriz é preso

A prisão de Wlisses Lucena aconteceu na noite desta terça-feira (16), mesmo dia dos crimes

Dema de Oliveira
Wlisses Lucena está preso na UPRI à disposição da justiça - Foto: Divulgação/Redes Sociais
 
Wlisses Lucena, que matou a ex-namorada e outra mulher, além de baleado uma terceira, foi preso na noite dessa terça-feira (16) pela Polícia Civil do Maranhão, por meio da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). O crime ocorreu no mesmo dia pela manhã, em um salão de beleza localizado na Rua São João, bairro Nova Imperatriz.

O homem matou a ex-companheira, Rayanne da Silva Morais, de 29 anos, e Iraildes das Neves Nascimento, 32 anos, que era funcionária do salão de beleza. Um revólver calibre 38 fi usado no crime.

Outra funcionária do estabelecimento também foi baleada de raspão. As investigações apontam que o suspeito não se conformava com o fim o relacionamento com Rayane. 

Wlisses foi preso na Avenida Jacob, no bairro Vila Redenção II, em Imperatriz, em uma casa em construção, horas após o crime. Em seguida, ele foi apresentado na Delegacia Regional de Polícia Civil, onde foi autuado pela autoridade policial, o próprio Delegado Regional Alex Coelho. 

Wlisses Lucena vai responder por feminicídio, no caso de Rayanne, a ex-namorada, homicídio, no caso de Iraildes, e tentativa de homicídio contra outra funcionária, que não teve o nome revelado.

As investigações apontam que o suspeito não se conformava com o fim o relacionamento com Rayane. No fim de semana, a vítima chegou a registrar um boletim de ocorrência após sofrer ameaças do ex-namorado e recebeu medidas protetivas da justiça.

Na mesma noite de terça-feira, Wlisses Lucena foi levado inicialmente para o Instituto Médico Legal (IML), onde foi submetido a exame de corpo de delito e, em seguida, para a Unidade Prisional de Ressocialização de Imperatriz, onde se encontra à disposição da justiça.

As vítimas foram sepultadas no fim da tarde de ontem. Rayanne Moraes, na cidade de Vila Nova dos Martírios, onde residem seus familiares, enquanto que Iraíldes, em João Lisboa, onde residia. Iraíldes era casada e mãe de duas filhas, uma delas grávida de 8 meses. 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...