MENU

16/11/2021 às 16h48min - Atualizada em 17/11/2021 às 00h00min

Seminário debate liderança do Brasil no mercado mundial de soja

SALA DA NOTÍCIA Juliana Pereira
A 3ª edição do Seminário Desafios da Liderança Brasileira no Mercado Mundial da Soja será realizada nos dias 18 e 19 de novembro, em formato digital e gratuito, para debater as principais dificuldades para setor produtivo de soja brasileiro frente ao mercado internacional. O seminário é promovido pela Embrapa Soja, com o apoio da ABIOVE (Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais), ACEBRA (Associação das Empresas Cerealistas do Brasil), ANEC (Associação Nacional dos Exportadores de Cereais), OCB (Organização das Cooperativas Brasileiras) e Sindirações (Sindicato Nacional da Indústria de Alimentação Animal).

De acordo com o pesquisador Marcelo Alvares de Oliveira, da Embrapa Soja, o evento irá debater as estratégias para manter o Brasil na condição de líder mundial no mercado de soja e derivados. “Vamos reunir diferentes elos do setor produtivo e acadêmico para avançarmos em discussões importantes e que tenham como objetivo preparar o setor para buscar, garantir e incrementar a competitividade da cadeia produtiva da soja brasileira”, diz o pesquisador.

A ABIOVE, apoiadora do evento, projetou recentemente produção e embarque recordes de soja em grão pelo Brasil em 2022. A produção estimada em 144 milhões de toneladas, das quais mais de 90 milhões de toneladas exportadas, posicionam o País, mais uma vez, como líder global do mercado de soja. “Para mantermos esse protagonismo, é fundamental promover o debate técnico sobre a qualidade da soja brasileira”, disse Daniel Amaral, economista-chefe da ABIOVE. Esse é justamente o objetivo do Seminário. “Mais do que volume, ofertar um produto de qualidade à indústria brasileira e internacional de óleos e farelos é vital à competitividade do setor”, acrescenta Daniel

A conferência de abertura no dia 18, a partir das 14h, será sobre as perspectivas para os mercados brasileiro e mundial para a soja alto teor de ácido oleico ou com alto conteúdo de proteínas. Na tarde do dia 18 serão debatidos ainda os seguintes temas: a qualidade da soja brasileira e como os defeitos em grãos de soja impactam na qualidade do óleo e do farelo de soja. No dia 19, serão promovidos painéis sobre as Boas Práticas Agrícolas, Rastreabilidade e Certificação de Soja e também sobre Farelo e Alimentação Animal.

Soja - A soja é a principal fonte de proteína, em nível mundial, usada em produtos industrializados e em ração animal. Em 2020, o Brasil produziu 128 milhões de toneladas de soja, em 37 milhões de hectares,. O País é o maior produtor mundial de soja e essa cadeia produtiva tem impacto relevante na economia, seja na geração de divisas , emprego, renda e na melhoria qualidade de vida. Em 2020, o consumo interno (processamento) de soja em grão foi de aproximadamente 47 milhões de toneladas. As estimativas de exportações de janeiro a outubro são as seguintes:
-farelo: US$  6,2 bilhões / 14,3 milhões de toneladas;
-óleo:  US$  1,6 bilhão/ 1,3 milhão de toneladas
-soja em grão:  US$ 36,0 bilhões/ 80,8 milhões de toneladas

PROGRAMAÇÃO

18.11.2021- 14h às 18h
14h | Abertura e Conferência -
Marcelo Alvares de Oliveira, pesquisador da Embrapa Soja (moderador)

14h15 - A soja alto oleico ou com alto conteúdo de proteínas: perspectivas para o mercado brasileiro e mundial
Maximiller Dal-Bianco Lamas Costa, prof. adjunto III, Programa de Melhoramento da Qualidade da Soja - BIOAGRO/UFV

15h45 | Painel A QUALIDADE DA SOJA BRASILEIRA
Nathan Levien Vanier, LabGrãos (Pelotas - RS) – (Moderador)

A qualidade da soja brasileira: visão do projeto Qualigrãos 2015-2018
Irineu Lorini, consultor PhD da IL Consultoria

Defeitos em grãos de soja: impacto na qualidade do óleo e do farelo de soja
Paula Municelli Rodrigues, mestre pela Esalq/USP

Evolução dos defeitos em grãos de soja e suas implicações na qualidade do óleo e das proteínas
Maurício de Oliveira, prof. da UFPel - Labgrãos

19.11.2021-  8h às 12h
8h00 | Painel BOAS PRÁTICAS, RASTREABILIDADE E CERTIFICAÇÃO
Fátima Chieppe Parizzi, engenheira agrônoma – (Moderador)

O programa Soja Baixo Carbono da Embrapa 
Henrique Debiasi, pesquisador da Embrapa Soja

Soja RTRS: uma visão de agregação de valor na cultura da soja
Cid Sanches, consultor externo da RTRS no Brasil

Projeto de Lei do Autocontrole (PL 1293/2021): impactos na cadeia produtiva da soja
Márcio Rezende Evaristo Carlos, secretário adjunto da Secretaria de Defesa Agropecuária (SDA) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), e Glauco Bertoldo, diretor do Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Vegetal do MAPA (DIPOV/MAPA)

10h15 | Painel FARELO E ALIMENTAÇÃO ANIMAL
Ariovaldo Zani, CEO do Sindirações (moderador)

Influencia no teor de proteína do grão de soja na produção dos diferentes farelos e processos na indústria
Guilherme Mortoza, gerente industrial da Caramuru (GO)

Impacto da qualidade da soja na alimentação animal
Everton Luís Krabbe, pesquisador e chefe-geral da Embrapa Suínos e Aves

III Seminário Desafios da Liderança Brasileira na Produção Mundial da Soja 
Data: 18 e 19 de novembro
Inscreva-se para receber o link de transmissão: www.seminariodesafiosdasoja.com.br
Evento on-line e gratuito

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...