MENU

18/09/2020 às 00h00min - Atualizada em 18/09/2020 às 00h00min

DHPP investiga o quarto assassinato de setembro em Imperatriz

Dema de Oliveira
Ronildo Barros de Oliveira foi executado a tiros de pistola - Foto: Divulgação/Whasapp
Equipe de Policiais da Delegacia Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), sob o comando do delegado Praxisteles Martins, iniciou nesta quinta-feira (17) investigações para apurar e elucidar o quarto homicídio de setembro de 2020, em Imperatriz, e o de número 74 do ano. 

O crime aconteceu durante a madrugada de ontem no Residencial Itamar Guará, cuja vítima foi o jovem Ronildo Barros de Oliveira, 20 anos, conhecido por ‘Pinguim’. Ele foi morto com quatro tiros disparos por uma pistola ponto 40 e teve morte no local.

Segundo a polícia, a principal linha de investigação a ser seguida é que o crime tenha sido acerto de contas. Levantamentos feitos sobre a vida pregressa de Ronildo, apontam que ele vivia no submundo do crime, tinha envolvimento com tráfico de droga e era suspeito de assaltos na região. Ronildo, na verdade, era morador do Porto da Balsa, região da Beira-Rio, e estava passando uns dias no Residencial Itamar Guará, já com receio de possíveis algozes, mas acabou tendo o paradeiro descoberto e executado a tiros. Ele também tinha ligações com facções criminosas. 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...