MENU

10/11/2021 às 20h54min - Atualizada em 10/11/2021 às 20h54min

Com a participação dos moradores, Araguaína debate investimentos para os próximos 4 anos

Audiências públicas estão agendadas para os próximos dias 16, 18 e 19 em três bairros de diferentes regiões do município

Assessoria
A primeira reunião será realizada no dia 16, das 19 às 21 horas, na Escola Municipal Francisco Bueno de Freitas, no Setor Maracanã - Foto: AscomAraguaína/Marcos Sandes
 
Os moradores de Araguaína serão ouvidos pela Prefeitura para programação dos investimentos nos próximos quatro anos. A audiência pública para elaboração do PPA (Plano Plurianual) 2022-2025 será realizada nos próximos dias 16, 18 e 19 de novembro, das 19 às 21 horas, em três bairros de diferentes regiões do município.

As audiências são abertas à participação da comunidade em geral, além de entidades organizadas, como associações de moradores e associações de classes. “O encontro é um ato democrático, uma oportunidade de ouvir as demandas dos moradores, de coletar sugestões para o desenvolvimento, além de apresentar as ações previstas pela Administração Municipal em diversas áreas”, afirmou o secretário da Fazenda, Ciência, Tecnologia e Inovação, Fabiano Souza.

A primeira reunião será realizada no dia 16, na Escola Municipal Francisco Bueno de Freitas, no Setor Maracanã; no dia 18 segue para a Escola Municipal Joaquim Carlos Sabino, no Setor Lago Azul; e no dia 19, a agenda será cumprida na Escola Municipal Simão Lutz, no Setor Araguaína Sul.

Plano Plurianual
O PPA é o plano governamental que define todas as políticas públicas a serem desenvolvidas pelo Governo Municipal. É a partir dele que são definidas as diretrizes orçamentárias para o exercício financeiro de cada ano.

O plano é elaborado com base nos compromissos firmados na eleição, nas propostas de cada órgão municipal e nas sugestões da comunidade, ficando estabelecidas as prioridades e as metas da administração pública municipal no período de quatro anos.

Planejamento executado
O último PPA foi elaborado em 2017, para execução entre 2018 e 2021, e teve várias propostas cumpridas pela Prefeitura. Entre elas está a ampliação e criação de novos conselhos, como foi realizado com o CMDM (Conselho Municipal dos Direitos da Mulher), Codema (Conselho de Defesa de Meio Ambiente) e CMDCA (Conselho Municipal do Direito da Criança e Adolescente) junto ao FIA (Fundo da Infância e Adolescência).

Outra proposta trabalhada foi o fortalecimento de políticas de combate às drogas, com adoção da Prefeitura do Centro Municipal de Tratamento de Dependentes Químicos.

Saúde foi prioridade
Dentre as principais ações discutidas da área da saúde, como prioridades para os quatro anos também foram cumpridas, como a construção e reforma de UBS (unidades básicas de saúde), como nos setores Pontes e Bom Viver, abertura do CER (Centro Especializado em Reabilitação), construção de sede própria do Hospital Municipal Eduardo Medrado, no Jardim das Flores, e a entrega dos dez leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) Pediátrica e aquisição de equipamentos e insumos.

Infraestrutura nos bairros
Outro avanço discutido e cumprido foi na ampliação do Programa de Pavimentação e Drenagem em vários setores de Araguaína, dentro recuperação do asfalto e implantação de infraestrutura em bairros que sofriam com a poeira e a lama. Dentre os últimos moradores atendidos estão os dos setores Morada do Sol, Ana Maria, Itaipu, Palmas, Vila Bragantina, Tocantins, Vitória, Rodoviário, Anhanguera, Paulista, Vila Norte, Bela Vista, Maracanã, Araguaína Sul, Bairro de Fátima, Xixebal e outros.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...