MENU

10/11/2021 às 19h34min - Atualizada em 10/11/2021 às 19h34min

Construção de ponte na zona rural e outras melhorias são cobradas pelos vereadores

Karoline Tragante
Ascom-CM/ITZ
Vereadores cobram melhorias na cidade - Foto Fabio Barbosa
 
Na 31ª sessão do ano, realizada nesta quarta-feira, 10, a Câmara Municipal deliberou sobre diversas indicações dos parlamentares para sugerir obras e melhorias nos bairros de Imperatriz e, os vereadores cobraram a aplicação de serviços de infraestrutura. No início da sessão, o vereador Jhony Pan (PL) lamentou os recentes casos de agressão envolvendo colaboradores da empresa Alcabox durante a execução do serviço de fiscalização da Zona Azul.

O vereador lembrou o caso ocorrido com a colaboradora Vanessa Silva Alves, vítima de agressão no dia 22 de outubro, quando estava verificando a placa de uma motocicleta, quando de repente foi surpreendida com um tapa que derrubou o equipamento que emite a notificação de estacionamento privativo, além de ter sofrido xingamentos e outras agressões verbais.

“A colaboradora da empresa estava apenas cumprindo o seu papel, não se justifica tal agressão. Ao mesmo tempo que me solidarizo com a vítima da agressão repudio veementemente qualquer tipo de agressão contra trabalhadores que estão ali ganhando o seu pão de cada dia”, afirmou o vereador.

O vereador Aurélio Gomes (PT) usou a Tribuna para falar do Povoado Água Boa, que necessita de uma ponte para acesso da população tanto para chegar ao local, como para se deslocar para Imperatriz. De acordo com o parlamentar, foi prometido a construção da ponte aos moradores, porém já se passaram mais de 60 dias do prazo estipulado e nada foi concretizado.

“As pessoas perderam o direito de ir e vir, a comunidade rural está sofrendo, eles precisam da via para trazer a produção para ser vendida aqui na cidade, as crianças precisam ter acesso para estudar na cidade e a situação é lamentável. É urgente a construção da ponte no povoado”, cobrou o vereador.

A falta de reposição de lâmpadas queimadas nos postes e a situação da malha asfáltica foram questões levantadas pelo vereador Ricardo Seidel (PSD) que cobra por soluções efetivas na manutenção da cidade e solicita ao judiciário, por meio do Ministério Público, para entrar com representação junto à Prefeitura de Imperatriz.

 “Dirigir pela cidade é o mesmo que estar andando num casco de jabuti. Hoje não é mais nem um casco, pois a buraqueira ficou maior. Invés de tremer o carro ou a moto, faz é afundar. Como se não fosse suficiente a buraqueira, ainda tem o apagão. A cidade está no escuro, e com isso tem crescido a violência”, pontuou o vereador.

O vereador Carlos Hermes (PCdoB) utilizou a Tribuna para comunicar que esteve com o vereador Rubinho Lima (PTB) e Alex Silva (PL) representando a Câmara no bairro da Vila Vitória para tratar sobre questões referentes à falta de água na região. Também aproveitou a ocasião para falar sobre a repercussão da fala da sessão anterior referente ao pagamento dos salários dos servidores municipais e que gerou nota da Prefeitura sobre o assunto.

Já o vereador Fábio Hernandez (PP), informou ao plenário que esteve no gabinete do prefeito, Assis Ramos, e indicou ao chefe de gabinete Marcelo Moreno que seja incluído vigias, zeladores e merendeiras no abono concedido aos servidores da educação básica no valor de 40%.

Indicações
Foram aprovadas por unanimidade as indicações ao Poder Executivo para a realização de serviços de pavimentação asfáltica na Vila São João, Bairro Jardim Viana, Bairro Bacuri, assim como a implementação de sinalização horizontal e vertical nas Vilas Nova e Fiquene. Limpeza do Riacho Bacuri, em toda a sua extensão, no Bairro Jardim São Luís, assim como a limpeza na praça pública do Conjunto Vitória também esteve entre as indicações votadas na sessão, assim como a construção de uma quadra de futebol de areia ao lado do ginásio poliesportivo, no Parque Alvorada I. 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...