MENU

10/11/2021 às 19h23min - Atualizada em 10/11/2021 às 19h23min

“Conexões Linguísticas e Literárias Brasil-Cabo Verde” é o primeiro plano de trabalho do Acordo de Cooperação

O Projeto irá promover intercâmbio de conhecimentos e experiências relacionados ao ensino, pesquisa, cultura e administração universitária entre professores e alunos dos dois países

Mari Marconccine
Professor Gilberto Freire de Santana, coordenador do Mestrado em Letras da UEMASUL - Foto: Assessoria de Comunicação UEMASUL
 
O projeto “Conexões Linguísticas e Literárias Brasil-Cabo Verde” é o primeiro plano de trabalho previsto no Acordo de Cooperação Internacional entre a Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UEMASUL), e a Universidade de Cabo Verde, (Uni-CV), que irá estabelecer o intercâmbio de conhecimentos e experiências relacionados ao ensino, pesquisa, cultura e administração universitária entre professores e alunos do Brasil e de Cabo Verde, com duração de cinco anos. O projeto tem enfoque especial para a literatura africana, a literatura cabo-verdiana e a literatura brasileira.

Para o coordenador do Mestrado em Letras da UEMASUL, professor Gilberto Freire de Santana, as atividades são essenciais para a identidade do curso do Mestrado. “O acordo de internacionalização é fundamental para a universidade, é fundamental para o nosso Mestrado em Letras. É essencial pelas conexões que estão sendo estabelecidas desde o início do mestrado com o regional, com o estadual, com o nacional e por consequência, com o internacional, e, para nós, o internacional está como foco principal a América Latina e a África, por uma questão de identidade, de memórias, e por tudo mais que alimenta e dá identidade ao nosso Mestrado”, pontuou.

O primeiro Acordo de Cooperação Internacional da UEMASUL foi homologado durante a 23ª reunião ordinária do Conselho Universitário, cumprindo as metas estabelecidas pelo Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI – 2017/2021) e pelo Plano Institucional de Internacionalização da UEMASUL.  O acordo tem o objetivo de estreitar as relações educacionais, técnico-científicas e culturais entre Brasil e Cabo Verde, considerando o interesse comum de promover e estimular o ensino e os avanços científico-pedagógicos dos dois países. 

A cooperação está baseada na participação conjunta das duas instituições, com base na reciprocidade e na equivalência de ações, com o propósito de acelerar e assegurar a expansão qualitativa e quantitativa no ensino superior por meio de diversas ações de cooperação mútua,  entre elas: intercâmbio de docentes, discentes e técnicos administrativos; pesquisa conjunta, promoção de palestras, simpósios, workshops e projetos de ensino, pesquisa, extensão e inovação nas áreas de conhecimento das instituições partícipes. A assessora de Assuntos Internacionais da UEMASUL, professora Edna Sousa Cruz falou sobre a importância do primeiro acordo internacional para a UEMASUL. 

“Este Acordo de Cooperação afigura-se marco memorável porque marca o amadurecimento do processo de internacionalização de UEMASUL e nossa projeção de modo institucionalizado, no cenário internacional. Firmamos parceira com uma instituição considerada a maior e mais prestigiada universidade do seu país e que desfruta de respeitabilidade internacional comprovadamente pelos mais de 200 acordos de cooperação firmados com instituições educacionais internacionais.”

Edna falou ainda sobre o fortalecimento do ensino e da pesquisa por meio da parceria. “Ao estabelecermos parceria como uma instituição que  é referência no ensino de qualidade e pesquisa, estamos oferecendo à comunidade da UEMASUL, a oportunidade de estabelecer relações capazes de provocar novas formas de compartilhamento de experiências alicerçadas na troca  irrestrita de conhecimento partilhado além fronteira, que contribuam para fortalecer o ensino e a pesquisa  nos cursos de pós-graduação e graduação das instituições partícipes,” concluiu.

Serão desenvolvidas várias atividades dentro do projeto como formação em técnicas e dinamização de leitura, organização de eventos na modalidade remota; criação de grupos de discussão temática permanente sobre a língua e literaturas em língua portuguesa, produção e divulgação de videoaula ou curso sobre língua e literatura; produção e publicação de artigos científicos, capítulos de livros e livros; participação/intercâmbio, na modalidade de professor visitante, nas atividades da pós-graduação. O projeto irá fortalecer os estudos culturais sobre as literaturas em contato, com a participação efetiva de professores de língua e literatura de língua portuguesa da rede básica de ensino de Imperatriz e de Cabo Verde nas atividades de formação continuada. 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...