MENU

09/11/2021 às 18h57min - Atualizada em 09/11/2021 às 18h57min

Operação da PF desmonta esquema que desviou R$ 200 mil do auxílio emergencial em Imperatriz

A única prisão aconteceu no Parque Imperial

Dema de Oliveira
Polícia Federal apreendeu um notebook, cheques em branco, dinheiro e outros objetos com o investigado - Fotos: Assessoria/PF
 
A Polícia Federal (PF) deflagrou, na manhã desta terça-feira (9), em Imperatriz, uma operação de combate a fraudes em benefícios emergenciais disponibilizados pelo Governo Federal à população carente. Somados, os desvios identificados passam de R$ 200 mil.

Batizada de “Parcela Excedente”, a operação teve início ainda em 2020 e, após a realização de inúmeras diligências, os policiais federais chegaram ao nome daquele que seria o maior responsável pela fraude na região, com mais de 500 registros até o momento.

As fraudes ocorriam por meio de cadastramento de CPF’s que teriam direito ao benefício, mas o destino dos valores era a conta vinculada ao fraudador, que se utilizava de boletos fraudulentos para efetuar pagamentos, saques dos valores e até mesmo utilização de máquinas de cartão de crédito.

De acordo com a operação, no Maranhão, a Polícia Federal cumpriu mandados de busca e apreensão e prisão preventiva deferidos pela 1ª Vara Criminal Federal da Subseção Judiciária de Imperatriz. 

O alvo, que não teve a sua identidade revelada, e que foi preso no Parque Imperial, responderá pelos crimes de furto qualificado e associação criminosa, podendo pegar até sete anos de prisão.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...