MENU

07/11/2021 às 11h53min - Atualizada em 07/11/2021 às 11h53min

Circuito das Águas Paulista, um destino para toda a família

O Circuito das Águas Paulista é o destino ideal para quem quer passar momentos longe de preocupações em meio à natureza e lugares aconchegantes.

Da Redação
GB Edições
A Estância Hidromineral de Lindóia é uma típica e pacata cidade do interior. O Grande Lago Lindóia é um espaço ideal para contemplação, com calçadas planas e diversos bancos / Divulgação
   
Destino ideal também para a melhor idade e pessoas que possuem algum tipo de deficiência, pois as nove cidades que compõe o Circuito oferecem a esse público a possibilidade de lazer e até mesmo de praticar esportes radicais.

Nossa viagem começa por Águas de Lindóia que atrai diversos turistas da melhor idade em razão dos seus balneários de águas termais. A paisagem serrana e o ar puro da cidade são outros pontos predominantes para a escolha do destino. São vários os hotéis da cidade com apartamentos adaptados, podendo atender todos os públicos. Entre os passeios mais acessíveis está a Praça Adhemar de Barros, no centro, com calçamento largo e bem conservado, grande lago e food trucks em seu entorno. No Balneário Municipal de Águas de Lindóia, ideal para os momentos de lazer e relaxamento, são mais de 30 serviços, entre banhos de imersão, massagens, piscinas de água mineral, ducha escocesa e banho de argila em um espaço agradabilíssimo cercado de verde e belos jardins, sendo vários deles com total acessibilidade.

Amparo, a cidade histórica do Circuito das Águas Paulista tem bom calçamento, oferecendo boa acessibilidade aos visitantes, que podem conhecer tranquilamente locais que fazem parte das atrações turísticas, como o Parque Ecológico Municipal. Visitar o Museu Bernardino de Campos, com acervo histórico local, é uma boa opção de passeio, assim como o Largo da Estação, com largas calçadas, e a área central, com uma diversidade arquitetônica de vários períodos.

Holambra, conhecida como Cidade das Flores, tem calçadas bem conservadas e linda paisagem. Praticamente toda a cidade tem ótima acessibilidade. O Parque Van Gogh é um bom exemplo, com alamedas largas e lindos jardins. Algumas operadoras da cidade oferecem inclusive passeio na Rota das Flores para cadeirantes. Dentre todos os mais conhecidos pontos turísticos da cidade, a exceção quanto à acessibilidade, é a parte interior do Moinho Povos Unidos, embora o acesso a seu entorno, onde há várias lojinhas de artesanato, seja ótimo.

A maior atração turística de Jaguariúna é sem dúvida a maria-fumaça, belo passeio em um trem histórico, com o seu famoso apito; a fumaça do motor a vapor passando pela janela e paisagens magníficas através de fazendas de café, áreas de preservação, pontes sobre o Rio Atibaia e o Rio Jaguari, estações antigas e muitas outras belezas, onde inclusive foram filmados vários filmes e novelas. Tudo isso com total acessibilidade, havendo inclusive área reservada para cadeirantes. Jaguariúna se destaca também pelos seus belos parques, como o Parque dos Lagos, com facilidade para locomoção em sua área interna.

A Estância Hidromineral de Lindóia é uma típica e pacata cidade do interior. A Praça da Matriz é um ponto de visitação, com bancos espalhados em torno de um antigo coreto e jardins. Com bom calçamento, é um espaço acessível a todos, assim como a Fonte das Brotas, onde é possível tomar a melhor água mineral do país. O Grande Lago Lindóia é um espaço ideal para contemplação, com calçadas planas e diversos bancos de concreto. O Cristo Redentor de Lindóia é um dos grandes atrativos, e é possível chegar até ele de carro, mas o trajeto tem algumas subidas bastante íngremes.

Monte Alegre do Sul é um destino para quem está buscando a paz da natureza. São poucas as hospedagens na cidade que oferecem quartos acessíveis, mas a maior parte das cachaçarias do local (que é conhecida pelos seus alambiques) é de fácil acessibilidade, oferecendo degustações de seus vários produtos. O Centro Cultural José Peschiera, a Fonte Bom Jesus e a Cidade das Artes, com edificações coloridas e que abriga exposição permanente com releituras de obras de grandes artistas, são pontos que valem ser visitados, inclusive por cadeirantes.

Pedreira, a “capital da porcelana” tem muitas lojas especializadas em louças, porcelanas, vidros, artigos em madeira, alumínio e resina, além de lindas peças artísticas para decoração que encantam a todos. A maioria das lojas está localizada na avenida central, com facilidade de acesso inclusive para cadeirantes. Além das compras, o Museu da Porcelana é uma interessante visita para portadores de baixa mobilidade.

Embora Serra Negra esteja no coração da Serra da Mantiqueira Paulista, poucas ruas centrais são íngremes. A praça central é bem cuidada, com coreto e todo o charme de praça do interior, com facilidade de locomoção mesmo para cadeirantes. O Balneário de Serra Negra, que oferece serviços de SPA, tem entre seus vários tratamentos banheira de hidromassagem com acessibilidade, entre outros equipamentos. A visita ao Cristo Redentor, inaugurado em 1952, com 17 metros de altura, de onde parte o famoso teleférico de Serra Negra, e de onde é possível avistar 10 cidades da região, conta com corrimões, elevador e rampa de acessibilidade.

Socorro é considerado um município 100% acessível, tanto nas questões de mobilidade urbana como na oferta de produtos para pessoas com limitações em geral. São vários os hotéis com acessibilidade interna, mas o destaque são os da rede Terra dos Sonhos, que oferecem inclusive esportes radicais adaptados. São várias atividades, que vão desde cavalgadas e passeios de charrete a descida na tirolesa com 1 km de extensão, a 140 metros de altura. O hotel oferece, além de hospedagem, serviço de day use.

Sem dúvidas alguma, o Circuito das Águas Paulista é um destino para toda a família, no qual todo mundo pode curtir sem ficar de fora das várias atrações turísticas oferecidas.


 1  No Balneário Municipal de Águas de Lindóia, ideal para os momentos de lazer e relaxamento, são mais de 30 serviços, entre banhos de imersão, massagens, piscinas de água mineral, ducha escocesa e banho de argila em um espaço agradabilíssimo cercado de verde e belos jardins.  Amparo, a cidade histórica do Circuito das Águas Paulista, tem inúmeras atrações turísticas, como o Parque Ecológico Municipal, o Museu Bernardino de Campos e o Largo da Estação.  Holambra, conhecida como Cidade das Flores, tem calçadas bem conservadas e linda paisagem. Praticamente toda a cidade tem ótima acessibilidade. O Parque Van Gogh é um bom exemplo, com alamedas largas e lindos jardins.  A maior atração turística de Jaguariuna é sem dúvida a maria-fumaça, belo passeio em um trem histórico, com o seu famoso apito; a fumaça do motor a vapor passando pela janela e paisagens magníficas através de fazendas de café, áreas de preservação, pontes sobre o Rio Atibaia e o Rio Jaguari e estações antigas entre outras muitas belezas.  A Cidade das Artes de Monte Alegre do Sul com suas edificações coloridas abriga exposição permanente com releituras de obras de grandes artistas.  Pedreira, a “capital da porcelana”, tem muitas lojas especializadas em louças, porcelanas, vidros, artigos em madeira, alumínio e resina, além de lindas peças artísticas para decoração que encantam a todos.  Embora Serra Negra esteja no coração da Serra da Mantiqueira Paulista, poucas ruas centrais são íngremes. A praça central é bem cuidada e o Balneário de Serra Negra oferece vários serviços de SPA.  Socorro é considerado um município 100% acessível, tanto nas questões de mobilidade urbana como na oferta de produtos para pessoas com limitações em geral / Fotos: Divulgação

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...