MENU

31/10/2021 às 09h51min - Atualizada em 31/10/2021 às 09h51min

“A Padroeira” fez sucesso nas telas da Globo e da TV Aparecida

Em 2017 a trama foi exibida na TV Aparecida, em comemoração aos 300 anos de Nossa Senhora Conceição Aparecida.

Da Redação
GB Edições
Logo nos primeiros capítulos de “A Padroeira”, Molina (Luiz Melo) sequestra a jovem Cecília (Deborah Secco), encantado pela sua beleza / Foto: Arquivo GB Imagem
  
Exibida entre 18 de junho de 2001 e 23 de fevereiro de 2002, no horário das 18 horas, na Globo, “A Padroeira” teve 215 capítulos escritos por Walcyr Carrasco, com colaboração de Duca Rachid e dirigidos por Walter Avancini. Foi nessa trama que Deborah Secco viveu sua primeira protagonista. Também fazia parte do elenco principal Luigi Baricelli, Elizabeth Savalla e Maurício Mattar.

No conturbado Século XVIII, Valentim (Luigi Baricelli) e Cecília (Deborah Secco) são dois jovens que se apaixonam, mas que pertencem a mundos muitos diferentes e vão ter de lutar pela felicidade. Tudo começa em 1717, com a chegada ao Brasil do Conde de Assumar (Antônio Marques) e da sua pequena comitiva, à qual pertencia a jovem Cecília de Sá. O grupo é atacado por um bando de salteadores, liderados por Molina (Luiz Melo), que sequestra a jovem, encantado pela sua beleza. Mas, Valentim surge para salvar a donzela, fazendo nascer um amor que muda para sempre a vida dos dois. O futuro do romance fica comprometido logo que Cecília chega em casa e descobre que seu pai, Dom Lourenço (Paulo Goulart), já tem um pretendente à sua mão, o rico e poderoso fidalgo Dom Fernão de Avelar (Maurício Mattar).

O passado de Valentim também é um empecilho para a união dos dois: por ter-se recusado a entregar o mapa de algumas de ouro à Coroa, o pai de Valentim foi considerado um traidor, preso e morto numa cela em Lisboa. Motivado pelo amor que sente por Cecília, Valentim não mediu esforços para provar a inocência de seu pai.

Paralelamente ao amor de Cecília e Valentim, a trama também mostrou os pescadores da cidade de Guaratinguetá que tinha uma luta constante: o reconhecimento de Nossa Senhora Aparecida, que realizou milagres após sua imagem ter sido encontrada por eles no Rio Paraíba do Sul. 

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...