MENU

30/10/2021 às 20h14min - Atualizada em 30/10/2021 às 20h14min

Dez pessoas são presas em Ipu suspeitas de integrar grupo criminoso e ameaçar policiais

Ascom - PC/CE
Foto: Divulgação Ascom-PC/CE
  
Ipu (CE) - 
Um trabalho policial realizado por equipes da Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE), na manhã desta quinta-feira (28), resultou nas prisões de dez pessoas suspeitas de envolvimento com o tráfico de drogas no município de Ipu – Área Integrada de Segurança 16 (AIS 16) do Estado. Os capturados também são investigados pela suspeita de integrarem um grupo criminoso responsável por delitos na cidade e por ameaçar policiais civis da região, por meio das redes sociais.

As diligências foram deflagradas pela Delegacia Municipal de Ipu, nas primeiras horas da manhã de hoje (28). A ofensiva intitulada de “Fake Threat” contou com o apoio da Coordenadoria de Inteligência (Coin) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), do Departamento de Inteligência Policial (DIP) da PC-CE, e das Delegacias Regionais de Crateús e de Sobral, e Municipal de Ibiapaba, além do Departamento de Polícia Judiciária do Interior Norte (DPJI Norte).

Ao todo, duas mulheres e oito homens foram presos por força de mandados de prisão temporária. Os capturados são investigados pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e associação criminosa. Apurações apontam ainda que o grupo é suspeito de integrar uma organização criminosa. Ainda conforme investigações, os presos são suspeitos de serem os responsáveis por ameaçar agentes de segurança pública, que atuam na Polícia Civil. As mensagens foram divulgadas por meio das redes sociais. As ofensivas foram realizadas nos bairros Boa Vista, Caixa D’água, Cafute, Grota, Escondido e outros, onde cerca de 50 policiais e 14 viaturas foram utilizadas.

 

Denúncias

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais na região. As denúncias podem ser feitas para o telefone (88) 3652-2001 da Delegacia Municipal de Ipu.

As informações também podem ser repassadas para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ou para o (85) 3101-0181, que é o número de WhatsApp, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem, áudio, vídeo e fotografia.O sigilo e o anonimato são garantidos.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...