MENU

26/10/2021 às 19h32min - Atualizada em 26/10/2021 às 19h32min

Palestra sensibiliza profissionais e alunos na integração ensino-prática no atendimento em saúde

Jefferson Sousa - Assessoria de Comunicação UEMASUL
A palestra foi realizada pelo secretário de Estado Extraordinário de Articulação de Políticas Públicas, Dr. Marcos Pacheco - Foto: Jefferson Sousa
 
Reforçar a importância da atenção básica e sensibilizar a integração de profissionais e alunos no atendimento em saúde foram os temas que nortearam uma palestra realizada na tarde dessa segunda-feira (25), no auditório da Faculdade Facimp Wyden, em Imperatriz. O bate papo foi conduzido pelo Dr. Marcos Pacheco, secretário de Estado Extraordinário de Articulação de Políticas Públicas, e contou com a presença de gestores, professores, professoras, estudantes e profissionais da área da saúde da região.

Durante sua fala, o Dr. Marcos Pacheco destacou inicialmente a necessidade do afeto na prática médica, pois o paciente que vai à procura de atendimento, geralmente, tem sua saúde mental afetada pelo momento de fragilidade.

“É o vínculo que aquela pessoa tem com o posto de saúde do seu bairro, que faz com que o seu João, a dona Maria, se sintam à vontade para procurar o atendimento. Esse vínculo gera afeto e esse afeto é importante para garantir a saúde dessas pessoas” ressaltou.

Pacheco também falou sobre como a equipe de saúde precisa estar conectada para desenvolver um trabalho de atenção primária em que o paciente não tenha que chegar a ir ao hospital.

“O posto de saúde tem que ser capacitado para realizar um atendimento primário que evite o paciente de ir para o hospital. Isso porque a maioria das doenças que os postos de saúde recebem podem ser tratadas por lá. E para isso, é importante ter uma equipe conectada para desenvolver métodos paliativos que tenham esse efeito” comentou.

Na plateia, estavam alunos e alunas de vários cursos da área da saúde das faculdades e universidades de Imperatriz. Bruno Luís Paula Pereira é do terceiro período de Medicina da UEMASUL. Para ele, esses momentos de troca de saberes são importantes para sua formação profissional.

“O que escutamos aqui a gente vive dentro das UBSs. A gente vai ver os pacientes em sua origem, nas suas casas, para acompanhar suas escutas e evitar que esse paciente possa evoluir para uma doença que o leve para o hospital. A atenção primária tem grande importância nesse momento. E nesse bate papo a gente pôde compartilhar experiência e trocar informações, para que tenhamos um norte para o cuidado do paciente na atenção primária” falou.

A palestra também foi um momento de formação dos preceptores e preceptoras da região. Maria Carolina Barreto é farmacêutica e preceptora do curso de Farmácia da Facimp Wyden. Ela explica a importância desse profissional, que acompanha o estudante desde a sua formação até chegar ao mercado de trabalho.

“O profissional preceptor tem a responsabilidade de ajudar os alunos, inserindo-os no mercado de trabalho, dando a eles todo caminho, orientação necessária, para que assim se formem bons profissionais” reiterou.

O evento foi organizado em parceira com a Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UEMASUL), Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Universidade CEUMA, Universidade Paulista (UNIP), Unidade de Ensino Superior do Sul do Maranhão (UNISULMA), Faculdade Facimp Wyden, Faculdade Pitágoras, Faculdade de Educação Santa Terezinha (FEST), Governo do Maranhão, Prefeitura Imperatriz e o Contrato Organizativo de Ação Pública Ensino Saúde de Imperatriz (COAPES). 

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...