MENU

18/10/2021 às 20h28min - Atualizada em 18/10/2021 às 20h28min

Jornada Pedagógica de Araguaína traz apresentações sobre alfabetização na pandemia

Capacitação realizada pela Prefeitura para os profissionais da rede municipal de ensino contou com a participação de especialista em educação inclusiva e divulgação de projetos locais que são exemplos de sucesso

Marcelo Martin / AscomAraguaína
Foto: Marcos Sandes / AscomAraguaína
 
A 3ª Jornada Pedagógica de Araguaína, realizada nessa sexta-feira, 15, contou com apresentações on-line para discutir a alfabetização em tempos de crise causada pela covid-19. Dentre as estratégias demonstradas, a professora e cientista Luciana Brites falou sobre a perspectiva da educação inclusiva e professores da rede municipal de ensino explicaram sobre projetos de sucessos aplicados no retorno às aulas presenciais.

O evento foi idealizado e transmitido pela Prefeitura, em parceria com o Sebrae/TO (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Estado do Tocantins), por meio do Youtube. Participaram quase 800 profissionais, entre diretores, coordenadores pedagógicos e professores locais e de outros municípios.

Luciana Brites demonstrou que a educação inclusiva precisa ser multissensorial e as práticas educacionais baseadas nas melhores evidências científicas. “Eu posso mostrar o nome da letra, o som da letra, a escrita da letra, eu posso escrever a letra no chão e a criança cirandar por ela fazendo o som. São ações de ativação audição, visão, cinestesia, tátil e articulação”.

Outra medida esclarecida pela professora é o acompanhamento do aluno durante seu desenvolvimento. “Olhar a criança como um ser em desenvolvimento, explica o que pode estar aprendendo e trabalhar a prática conjunta. As crianças que têm a aprendizagem baseada em erro pode ser desestruturante, é preciso manter a motivação e engajamento”.

Exemplos em Araguaína
Quatro professores que estão se destacando na rede municipal de ensino por projetos inovadores no retorno às aulas presenciais foram convidados para apresentação no evento. Elen Shery Silva Duarte, que leciona no 1º ano da Escola Municipal Francisco Bueno de Freitas, trouxe o tema “Saberes Interdisciplinares”. “Promovo a junção de leitura e escrita, em várias disciplinas, não somente em língua portuguesa”, explicou.

Já o professor Robson Sousa Sobral, do 5º ano da Escola Municipal José Ferreira Barros, falou sobre a “Coletânea Poética” criada com os alunos e que terá edição imprensa. “Foram feitos mais de 600 textos poéticos em seis meses. Observamos a importância da produção de vários gêneros”.

A professora Wylquelanhe Sousa Nascimento, no 5º ano da Escola Municipal Manoel Lira, apresentou o tema “Produção e utilização de jogos pedagógicos de Matemática com foco na tabuada de multiplicação e divisão”. “Nós temos jogos pedagógicos na escola, mas eu precisava de mais quantidade e disponibilidade. Agora tenho também como contemplar aqueles alunos que terminam as atividades antes e não deixar eles ociosos”.

Com o tema “Atividades de atendimento educacional especializado no ensino remoto”, o professor da sala de AEE (Atendimento Educacional Especializado) da Escola Municipal Domingos Sousa Lemos, Ginegleyson Amorim da Costa, informou que a conexão precisa ser mantida com os pais dos alunos.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...