MENU

16/09/2020 às 00h00min - Atualizada em 16/09/2020 às 00h00min

Sampaio pode escalar time alternativo na decisão de hoje contra o Juventude-Samas

Afonso Diniz
Sampaio deve aparecer com várias novidades no jogo contra o Juventude na decisão para final - Foto: Lucas Almeida/L17 Comunicação
Além do goleiro Gustavo, o Sampaio também não terá o zagueiro Paulo Sérgio para a partida desta quarta-feira diante do Juventude pela semifinal do Campeonato Maranhense 2020. O jogador recebeu o terceiro cartão amarelo no duelo de ida e terá que cumprir suspensão.

Além disso, o Tricolor não pode utilizar três atletas do elenco que não estão inscritos no Estadual. O zagueiro Joécio, o volante Ferreira e o atacante Pimentinha.
O técnico Léo Condé não confirma, mas deve escalar uma equipe considerada reserva para o duelo diante do Juventude, dada a vantagem do Sampaio, que só eliminado de maneira direta se for goleado por cinco gols de diferença. O treinador só deve divulgar a formação momentos antes da partida e o provável time tem Neguete (João Gabriel); Joazi, Flávio Boaventura, Lucão (Marcão) e Marlon; Léo Costa, Henrique, Daniel Penha; Diego Tavares, Roney e Jackson (Thiago Santos).

Diante do time de São Mateus, o Sampaio pode perde por até três gols. Vitória do Juventude, por quatro gols de diferença leva a decisão para os pênaltis. O Tricolor só eliminado de forma direta se perder por cinco gols. A partida de ida realizada na semana passada em São Mateus, o Sampaio venceu por 4 a 0. Essa derrota do Juventude-Samas custou a cabeça do treinador Marlon Cutrim, além de parte da comissão técnica, como o preparador Taciano Filintus. Sete jogadores foram dispensados e o time será comandado hoje pelo Cardosinho, treinador interino, que tem quatro desfalques. O volante Doda, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, o meia João William, em recuperação de lesão, e os atacantes Naôh e Marciano. 

A partida entre Sampaio e Juventude será realizada nesta quarta-feira, às 19h, no Castelão. Se o Sampaio for o finalista, decidirá com o Moto, o que não acontece desde 2016. Serão dois jogos, antecipadamente marcados pela Federação Maranhense de Futebol (FMF) para os dias 23 e 26 de setembro. No superclássico decisivo de 2016, deu Moto, campeão maranhense.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...