MENU

17/10/2021 às 17h56min - Atualizada em 17/10/2021 às 17h56min

Livros & Leitura

Leia e comente.

Da Redação
GB Edições
  

Tempestade Perfeita: o Bolsonarismo e a Sindemia Covid-19 no Brasil

A interseção do bolsonarismo com a pandemia da Covid-19 criou uma sindemia no Brasil entre os anos de 2020 e 2021. Esse fenômeno e suas consequências para o país são analisados pelo jornalista Cesar Calejon, no livro “Tempestade Perfeita: o Bolsonarismo e a Sindemia Covid-19 no Brasil”, publicado pela Editora Contracorrente. A obra evidencia como a combinação destes dois eventos sociais e a instabilidade política levaram a múltiplos planos de crise institucional: dentro do próprio governo federal; entre os níveis federativos; com os demais poderes da República (Judiciário e Legislativo) e junto à sociedade internacional. Este cenário, segundo o autor, foi o responsável pelo agravamento do que se tornou uma sindemia no país. O jornalista aponta como vetores centrais o simbolismo presidencial, a ausência do federalismo cooperativo, a má gestão do Ministério da Saúde do Brasil e a subdiagnosticação-subnotificação de casos. Este último, devido aos baixíssimos níveis de testes que foram realizados na população, à morosidade do governo federal em adquirir os reagentes para viabilizar o processo em ampla escala e à politização que o bolsonarismo imprimiu ao tema. Para a pesquisa, Cesar Calejon conduziu, entre março de 2020 e junho de 2021, dezenas de entrevistas multidisciplinares com doutores nas principais áreas do conhecimento, além de pesquisadores, enfermeiros e jornalistas. Conta, ainda, com a participação de algumas das figuras mais proeminentes da política nacional, que avaliam a atuação do governo Bolsonaro frente à pandemia. O livro tem 320 páginas.
 

Tombos

Uma queda de bicicleta após a maior crise emocional da vida de Helena. É assim que começa “Tombos”, novo romance da escritora carioca Eunice Maciel. A personagem se une a outros três protagonistas para narrar, cada um em primeira pessoa, as surpresas que a vida tem guardadas e que mudam completamente o futuro de cada um. Além das histórias em si, a estrutura literária surpreende o leitor. Por exemplo, os capítulos de Douglas, o segundo protagonista apresentado por Eunice, se misturam entre os de Helena. É com estas mesclas das narrativas que o leitor compreende como a história de todos os personagens se conectam.  As diferentes formas de lidar com as crises pessoais chamam a atenção. Helena já não era mais feliz com o casamento e só tomou uma atitude quando foi levada ao limite e descobriu que o marido nutria uma relação extraconjugal de muitos anos com outro homem. Já Douglas é proativo e conduz com rédeas curtas o rumo da própria história: é um fazendeiro rico que nasceu na favela. Outra personagem é Juliana, uma jovem recém-separada alcoólatra sem forças para enfrentar os problemas. “Tombos” não garante finais felizes. Tudo depende da forma que cada personagem vai encarar os desafios que a vida lhes deu. O livro tem 276 páginas.
 

Retratos

Sutileza, carisma e humor são algumas das características que o artista plástico argentino, Pablo Bernasconi, traz em suas obras. Com um estilo marcante, Pablo desconstrói imagens de personagens mundialmente famosos, como Madonna e Vinícius de Moraes, para reconstruí-los de uma maneira simbólica e peculiar. O lançamento da Editora Catapulta, “Retratos”, reúne noventa de suas principais obras dos últimos anos. Segundo o artista, os retratos ilustrados no livro são chamados "conceituais''. “Retrato conceitual é um retrato que descreve o personagem e descreve, sobretudo, a opinião que eu tenho sobre ele”, comenta Pablo, que usa objetos para representar figuras humanas, como cadeira, almofada e até mesmo diversos tipos de alimentos. Dessa forma, “Retratos” propõe ao leitor que descubra os sinais e os códigos que, posteriormente, lhe permitirá decifrar todo o conteúdo proposto pelo artista. Junto das ilustrações, o lançamento também traz frases ditas por cada uma das personalidades, em português e na língua original do personagem. Além disso, “Retratos” também conta um pouco sobre a biografia de Pablo, o que aproxima o leitor das propostas do artista e do conceito utilizado em suas obras.  Ao longo de 208 páginas, o leitor vai se deparar com uma obra diferente em cada folha cheia de detalhes, que começam já na capa do livro, emoldurada e ilustrada com um dos retratos do artista. O livro tem 208 páginas.
 

Líder Humano Gera Resultados

O livro “Líder Humano Gera Resultados” escrito pela executiva Ligia Costa e publicado pela Editora Gente é um trabalho sem paralelo na área no Brasil. Repleto de depoimentos e casos de sucesso, o livro traz um debate inovador e profundo sobre o mundo corporativo da atualidade. A partir de um cenário real de crises, a autora discute sobre a necessidade de lideranças mais inclusivas e compassivas, com benefícios significativos para a saúde corporativa, tendo como consequência resultados positivos para as empresas. “Por que este livro?”. A resposta para esta pergunta é embasada em pesquisas e na experiência de Ligia Costa ao longo de 20 anos no ambiente corporativo. “Existe uma crise de consciência nas lideranças. Desde 2018, a principal causa de afastamento nas empresas está relacionada a transtornos mentais. Lideres tóxicos promovem relações tóxicas. Em 2019, a Gallup Brasil, em uma pesquisa com 12 mil funcionários, já reportava que 48% dos executivos sentiam exaustão “às vezes ou sempre” em seu ambiente de trabalho. A falta de equidade de gênero também impacta nestes números. Segundo Ligia, as empresas chegaram ao auge da desconexão, da falta de significado e da superficialidade no mundo corporativo. No livro, a autora mostra os reflexos desta realidade. Com base na Pesquisa Nacional de Saúde realizada pelo IBGE, ela destaca que 16,3 milhões de pessoas com mais de 18 anos têm depressão no Brasil. As estatísticas não param por aí. Ligia revela que o Burnout, síndrome do esgotamento profissional que se instaura em situações de exaustão no ambiente profissional, afeta 32% dos trabalhadores brasileiros, de acordo com a Stress Management Association. Neste livro bem construído, a autora propõe, após a leitura de cada capítulo, vários exercícios direcionados a gestores e colaboradores, que também podem ser feitos por pessoas que não estejam no dia a dia do mundo corporativo. São práticas de meditação, com instruções no próprio livro ou acessadas por QR Code no site da publicação. O livro tem 192 páginas.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...