MENU

15/09/2020 às 00h00min - Atualizada em 15/09/2020 às 00h00min

Agente de saúde suspeito de envolvimento na morte de empresário em Açailândia é inocentado

Edipo de Oliveira Silva teve revogada a prisão temporária de 30 dias que estava cumprindo no presídio de Açailândia

Dema de Oliveira
Edipo Oliveira Silva já se encontra em liberdade - Foto: Arquivo/O PROGRESSO
O agente de saúde Edipo de Oliveira Silva, servidor público municipal em Imperatriz, lotado no posto de saúde da Lagoa Verde, preso no dia 3 de setembro de 2020, suspeito de envolvimento no assassinato do empresário de Açailândia, Douglas Costa Silva, foi colocado em liberdade. 

Ele teve a prisão temporária revogada pelo juiz da 2ª Vara Criminal da Comarca de Açailândia, por ter sido inocentado por   Kerton Roberto Vieira Oliveira, que também foi preso e se encontrava com o veículo Gol, de propriedade da vítima. Kerton, em depoimento prestado à polícia, informou que Edipo de Oliveira Silva não é o indivíduo conhecido por ‘Salsichão’, esse sim com envolvimento no crime e que está foragido. 

Segundo o delegado Alexandre Coelho, diante do exposto, a prisão temporária de 30 dias que Edipo Oliveira Silva estava cumprindo, não tem mais necessidade e solicitou da justiça a sua libertação imediata.

Decisão – Em sua decisão, que teve o parecer do Ministério Público, que foi totalmente favorável, o magistrado destacou que a prisão temporária do representado teve por fundamento a presença de requisitos exigidos pelos dispositivos legais aplicados à espécie, conforme consta a decisão anteriormente mencionada. Como é cediço, a prisão cautelar é medida excepcional e deve ser decretada apenas quando devidamente amparada pelos requisitos legais, em observância ao princípio constitucional da presunção da inocência ou culpabilidade, sob pena de antecipar a reprimenda a ser cumprida quando da condenação. No caso em tela, continuando o magistrado em sua decisão, não mais persiste o motivo para a manutenção da prisão temporário de Edipo Oliveira Silva. 

O alvará de soltura de Edipo Oliveira Silva foi deferido e ele já se encontra em Liberdade. 

Vale lembrar que O PROGRESSO divulgou o que a Polícia Judiciária informou, na ocasião que Edipo foi preso em seu local de trabalho, na Lagoa Verde. 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...