MENU

05/10/2021 às 09h40min - Atualizada em 05/10/2021 às 09h40min

Ser Diferente é Legal: sede da PGR recebe adesivos gigantes com a chamada da campanha

Ação lembra importância de se respeitar as diferenças, dentro e fora das redes sociais

Secom/PGR
Secretaria de Comunicação Social/PGR
Adesivos gigantes na se da PGR em Brasília - Foto: Secom/PGR

Quem passar pela Avenida das Nações (L4 Sul), em Brasília, vai perceber logo a novidade: no embalo da campanha "Ser Diferente é Legal - Um Movimento de Celebração e Respeito à Diversidade", a sede da Procuradoria-Geral da República (PGR) recebeu dois enormes adesivos, de 18 e 6 metros de altura. As letras coloridas são visíveis a grande distância e dão destaque à chamada e à hashtag da iniciativa, que está no ar desde agosto e celebra a diversidade, o respeito às diferenças, além de fomentar a tolerância e a cultura de paz dentro e fora das redes sociais.

A ideia da ação é 'vestir' o principal prédio do Ministério Público Federal com as peças, para ressaltar a importância dos temas abordados e chamar a atenção das pessoas”, explica a subsecretária de Publicidade da Secretaria de Comunicação Social do MPF, Tatiana Bicca. A campanha Ser Diferente é Legal pode ser conferida nas redes sociais do MPF e de parceiros, com vídeos, postagens e conteúdos informativos sobre a valorização das diferenças, as formas de combater o preconceito e o discurso de ódio no dia a dia, a liberdade de expressão e as consequências para quem veicula conteúdo ofensivo na internet, entre outros assuntos. A iniciativa é realizada em parceria com o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) e com a Escola Superior do Ministério Público da União (ESMPU).

Além de provocar a reflexão sobre racismo, violência contra a mulher, preconceito contra povos indígenas e pessoas LGBTQIA+, a campanha inova ao abordar termos muitas vezes desconhecidos, como capacitismo (preconceito contra pessoas com deficiência), etarismo (discriminação por causa da idade), entre outros. As postagens – que também explicam aspectos legais do discurso de ódio e trazem dicas práticas sobre como promover a tolerância e o respeito no dia a dia – já receberam milhares de comentários e curtidas. Apenas no Facebook, mais de 174 mil contas foram atingidas no primeiro mês de veiculação, entre 12 de agosto e 15 de setembro. No Instagram, os posts chegaram a 153 mil contas, registrando um total de 203 mil impressões no período. O conteúdo é destaque também no Twitter e no YouTube.

A campanha está também em mídias indoor e outdoor espalhadas em diversos pontos de Brasília e é veiculada por emissoras de rádio, sempre de forma gratuita. Nas próximas semanas, será exibida em redes de cinema e por emissoras de televisão aberta. Os adesivos ficarão na sede da PGR até o fim do ano.

Para saber mais, acesse o site  Ser Diferente é Legal - Um Movimento de Celebração e Respeito à Diversidade.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...