MENU

01/10/2021 às 16h28min - Atualizada em 02/10/2021 às 00h00min

Musico de carreira internacional faz alerta sobre situação da música instrumental no Brasil

Edu Rosa mora em Paris e se formou como flautista em uma das melhores escolas de instrumento de sopro do mundo

SALA DA NOTÍCIA Rodrigo Lico
Edu Rosa
Arquivo pessoal do instrumentista musical
 
A Carreira

Edu Rosa, cantor, músico, compositor e dançarino é instrumentista e toca flauta, o capixaba ingressou na música profissionalmente aos 15 anos, doutrinado pelo IFES (Instituto Federal de Educação), onde conheceu o maestro Célio de Paula e teve a oportunidade de ser orientado e desenvolver suas aptidões para a música.

O talentoso músico Edu Rosa também se formou em música pela Faculdade de Música do Espirito Santo, na qual obteve com louvor o titulo de bacharelado em música erudita/flauta.

Recentemente o jovem apesar da pouca idade possui uma grande bagagem da qual se orgulha. Realizou turnês pela Europa em países como: Alemanha, França e Inglaterra, além de realizar apresentações pelo Brasil. 

Veja exemplos de algumas apresentações:
  • Festival Festa da Música Francesa – PARIS 
  • Emissão ao vivo Rádio Latina – PARIS
  • Festival de música brasileira – Avenida Brasil – PARIS
  • Emissão ao vivo da Radio Aligre FM – PARIS
  • New Morning Jazz – PARIS
  • Shows no Rio Senna no Rosa Bonheur – PARIS
  • Festival Internacional de Música de Inverno de Domingos Martins – ES/BRASIL
  • Série Concertos Internacionais – Cultura na Escola – Teatro Carlos Gomes – BRASIL

A formação da banda  
Com o proposito claro de formar uma banda que enaltecesse a música brasileira, Edu reuniu talentosos e experientes músicos capixabas, que juntos compõem voz, flauta, piano, teclados, violão, contra baixo, e bateria. Os estilos musicais que a banda apresenta são Chorinho, Samba de Roda, Bossa Nova, MPB, Sambas Gafieira e Enredo, sempre tocando clássicos consagrados como: Tom Jobim, Pixinguinha, João Donato, Elis Regina, Cássia Eller, Cazuza, Marisa Monte, Alcione dentre outros.

A analise e as perspectivas da música instrumental no Brasil
Na visão de Edu Rosa, sem discriminar jamais o gênero, os demais estilos musicais, hoje quem retém o maior espaço nas rádios, tvs e meios de comunicação são estilos como: pagode, axé, funk e sertanejo universitário. Edu Rosa esclarece: ‘’ são músicas e ritmos sem contexto, ou seja, letras que difundem temas como sexo, drogas, sem qualquer tipo de embasamento social ou filosófico, onde está a música de relevância como os clássicos de Ellis Regina?’’, conclui o músico.

Edu Rosa também adverte: ‘’além de ter pouco espaço e cada vez mais ser mais rara a música instrumental, o profissional que opta por seguir essa carreira tem grandes dificuldades, por exemplo, os instrumentos musicais de qualidade profissional tem o valor três vezes maior do que no exterior. ’’ .

Para Edu Rosa: ‘é preciso que se atenha a esta realidade, e que medidas sejam adotadas para mudar este cenário triste e vergonhoso de nosso país com relação a música instrumental. Estamos perdendo talentos, futuros maestros da música erudita, por falta de espaço e oportunidade no país. Faço aqui um apelo e um alerta para que a sociedade abra os olhos para esta situação precária, principalmente com os nossos jovens que não buscam mais esta música, que não conhecem uma Ellis Regina, ritmos como chorinho, maxixe, bossa e jazz!”

O músico conclui: ‘’uso este espaço para sensibilizar os nossos governantes, as esferas responsáveis pela cultura de nosso país, para que não se perca a raiz e os talentos do brasil, para que juntos possamos reverter esta realidade”

Para quem quiser conhecer mais sobre o trabalho do musico Edu Rosa segue os contatos:
 
Mais informações
Edu Rosa, flautista e músico 
E-mail: [email protected]
Redes Sociais
Facebook: https://web.facebook.com/oficialedurosa
Instagram: @edurosaflautista

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Loading...